Microsoft vai bloquear as "tempestades" de e-mails! Entende o que significa

António Guimarães
Comentar

Em 1997, a Microsoft teve um incidente chamado Bedlam DL3. A empresa criou uma lista de e-mails com o mesmo nome onde colocou 25 mil funcionários. Bastou que um deles enviasse uma mensagem a pedir a remoção da lista para causar um caos eletrónico, pois a opção "responder a todos" estava ativa.

Isto criou uma reação em cadeia, onde cada um dos 25 mil funcionários respondia e gerava mais mensagens. No total, foram geradas 15 milhões de mensagens e 195 GB de dados, sobrecarregando os servidores da Microsoft. É importante contar esta história pois a Microsoft está a implementar uma medida para evitar casos futuros.

fdghdfg
Aviso de proteção contra tempestades de e-mail no Office 365. Este é o aviso que os utilizadores irão receber

Este bloqueio está a ser lançado para o Office 365 e também para o serviço de e-mail Exchange Online. O bloqueio de proteção está programado para impedir a disseminação de mensagens a milhares de recipientes. Inicialmente, o sistema irá entrar em ação de se detetar 10 e-mails enviados a mais de 5 mil recipientes em 60 minutos.

Embora possa parecer cómica a situação de uma empresa a entrar em pânico por causa de uma cadeia de e-mails que se espalha, é um problema que afeta muitas empresas. A situação pode ser despoletada por um erro ou mesmo por funcionários mal intencionados.

Até é surpreendente que a Microsoft não se tenha lembrado de implementar tais medidas de prevenção mais cedo. Principalmente considerando que já foram vítimas da situação, conforme na história referida. A funcionalidade será estudada e melhorada com o tempo.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.