Microsoft Surface Pro 6 Review: o perfeito computador para viajar

Filipe Alves
Comentar

Tivemos a oportunidade de ter o novo Microsoft Surface Pro 6 para teste e tenho de admitir que fiquei feliz de o ter feito. Isto porque a minha visão de Windows estava simplesmente desatualizada.

Já há muito que não utilizo Windows como o meu software de trabalho e lazer, muito devido ao Windows 8. Um sistema tão irritante que me fez investir na maçã trincada. Contudo, tenho de dar a mão à palmatória. Não só o Windows 10 está bem melhor, como o Surface Pro 6 é um computador a que merece a tua atenção.

Microsoft Surface Pro 6

Os prós e contras do Microsoft Surface Pro 6

Pontos positivos

  • Híbrido, tanto é um tablet como um computador portátil
  • Windows 10 corre como manteiga (perfeito)
  • Ecrã tátil
  • Possibilidade de utilizar Stylus (caneta)
  • Design leve e ergonómico (perfeito para viajar)
  • Possibilidade de adicionar teclado
  • Lateral magnética para a caneta
  • Carregador magnético
  • Windows Hello (desbloquear o computador a olhar para ele)

Pontos negativos

  • Caneta e teclado vendem à parte (Teclado 169€, caneta 99€)
  • Preço ligeiramente superior à concorrência para as especificações
  • Teclado original longe de ser perfeito
  • Caneta não tem o efeito que desejava

Quanto ao seu desempenho

Este não é um computador para quem procura performance séria. Principalmente se comprares a versão com o Intel i5 e 8GB de memória RAM. A mesma que testamos para elaborar esta review. Ainda que possas instalar os teus jogos e ter uma performance aceitável, este é um computador para produtividade. Ainda assim, sinto necessidade de destacar que o Surface Por 6 mostrou-se rápido em todas as tarefas que o coloquei.

Autonomia não é a melhor mas é de qualidade

Microsoft Surface Pro 6 bateria

Sinceramente não me parece que tenha conseguido as 14 horas que a Microsoft alega que o computador aguenta. Mas posso-te garantir que o computador não me deixou mal. A bateria chegou perfeitamente para utilizar com um dia de trabalho fora de casa. Trabalho refiro-me a típico browser na web, photoshop e pouco mais.

Ainda que não tenha encontrado um portátil como o antigo Macbook Air neste segmento, o Microsoft Surface Pro 6 é seriamente superior ao Macbook Pro 2017. Computador que não me deixa sair de casa sem carregador.

Por falar nisso, o Surface Pro 6 conta ainda com o carregador magnético. Impossível ficar indiferente ao minimalismo de tal carregador. Simples e que não ocupa mais uma porta USB-C.

Imagem e som

Tal como o desempenho, este computador híbrido não é feito para multimédia. O som e a imagem são aceitáveis. Ainda assim, longe daquilo que espero para um computador de 1000€. A imagem falta-lhe contraste e o som falta-lhe graves. Uma pena, até porque este é o computador que mais utilizei quando chegava ao final do dia.

Qualidade de construção e design

Microsoft Surface Pro 6 CONSTRUÇÃO

Não posso dizer que adoro as margens à volta do ecrã. São grandes e já há no mercado melhor. Ainda assim, o suporte para ficar de pé (na traseira) e a construção em metal conquistam. O toque frio faz sentir que o computador é de qualidade.

A Microsoft tem (mesmo) de trabalhar em teclados

Microsoft Surface Pro 6 teclado

Por muito que goste do acabamento do teclado em tecido lhe dê um toque premium e elegante, o teclado está longe de ser o melhor. Principalmente quando o preço ronda os 170€.

A minha experiência com este teclado foi simplesmente terrível. Das vezes que decidi trabalhar fora de casa e fui para um café ou shopping tinha de escolher mesas com saliências. Isto porque o teclado mais parecia uma máquina de escrever numa mesa lisa. Deslizava quanto mais podia. Acabava uma frase e tinha de o trazer de volta para o local original. Contudo, o travel de escrita é bom e as teclas confortáveis. Perfeito para quem está horas a escrever em frente ao computador.

A caneta está quase lá

A minha única interação com uma stylus num ecrã grande foi com a Apple Pencil. Infelizmente esta da Microsoft também não está ao nível. Serve para escrever e fazer uns rabiscos mas pouco mais.

O culpado pode também ser o computador. Até porque foram algumas as vezes que detetava o meu punho e a caneta ao mesmo tempo. A caneta dá jeito mas é totalmente dispensável. A não ser que gostes mesmo de rabiscar o ecrã.

O Windows 10 merece ser referido

Se és um utilizador Windows e estás nesta parte da review, podes saltar. Esta mensagem é só e apenas para utilizadores Mac. Sou um amante do MacOS mas este Windows 10 é formidável. Simples, rápido e faz o que queres. Tal como o teu amado Mac. É complexo ao início? - É. Ainda assim, acredito que vás gostar da sua interação.

Uma coisa é certa, nunca mais vais ter problemas com incompatibilidades como jogos ou Apps que ainda não estão disponíveis para MacOS. Todavia, se és daqueles que não sente falta do drama das "drives". Prepara-te porque isso ainda não mudou!

Windows Hello é formidável

Microsoft Surface Pro 6 Windows Hello

Olhas para o computador e desbloqueia. Rápido, seguro eficaz! Já há muito que não via uma tecnologia com tanta qualidade. Nada de passwords. Esperemos que a concorrência se adapte a isto.

Os contras são cifrões

O computador é muito interessante mas é caro. Principalmente se vais excluir gaming e programas muito pesados (o que aconselho). O preço base neste momento do Microsoft Surface Pro 6 é de 1069€. A este valor terás de adicionar mais 169€ do teclado e 99€ da caneta. Ainda que consigas viver sem caneta, não o compres sem teclado ou vais acabar por o fazer mais tarde.

Ou seja, o computador fica-te por 1337€. Agora pensa se realmente tens coragem de dar 1337€ por um computador com i5 e com Windows lá dentro. Por muito que até goste de Windows todos sabemos que daqui a poucos anos está a pedir mais especificações. O problema é que não vais ter specs para o fazer aguentar.

Conclusão

Adorei a minha experiência com o Microsoft Pro 6. Deu-me uma nova perspetiva daquilo que o mundo tecnológico oferece. Se estás a pensar em comprar este híbrido e queres mesmo algo assim, olha com atenção. Paga mais e investe no modelo i7. Ou então tem consciência daquilo que um i5 é capaz de fazer e vive feliz com isso. O computador é formidável mas o seu preço é um pouco puxado.

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.