Microsoft Office no Android vai ter modo escuro. Vê como fica

Bruno Coelho
Comentar

Se ainda és daqueles que não dispensa o Office para a redação de documentos, tabelas ou apresentações, sabe que a Microsoft está a trabalhar para tornar a utilização da app para Android em algo mais amistoso para os teus olhos.

Depois de o fazer nas aplicações para computador, a Microsoft prepara-se para lançar o modo escuro no Office para Android. E graças ao programador Alessandro Paluzzi, podemos ver imagens da novidade.

Assim será o modo escuro no Microsoft para Android. Crédito: Alessandro Paluzzi

Como podes ver nas imagens partilhadas, estamos a falar de um tema verdadeiramente escuro, que recorre ao “preto” como fundo e não a "cinzento escuro". Como é óbvio, vais continuar a poder escolher.

Vais poder escolher o tema de fundo da tua preferência no Microosoft Office para Android. Crédito: Alessandro Paluzzi

À semelhança do que acontece noutras aplicações, será possível alternares entre o modo “escuro” ou “claro”. Se assim quiseres, a app também pode ter o fundo consoante o tema que escolheres para o teu sistema operativo.

Data de lançamento do modo escuro para o Microsoft Office no Android ainda não é conhecida

Embora estejamos a ver imagens, a fonte não adianta quando estas funcionalidades vão ficar disponíveis para os utilizadores. Ainda assim, estas serão aplicadas tanto ao Word, como ao Excel ou PowerPoint.

Este tipo de funcionalidade tem duas grandes vantagens: bateria e a saúde dos teus olhos. Por um lado, os teus olhos agradecem um ecrã escuro, principalmente à noite. Por outro, se tiveres um painel AMOLED, os píxeis onde o fundo for preto são desligados, poupando assim a bateria do teu equipamento Android.

Editores 4gnews recomendam:

  • POCO X3 Pro: preço do smartphone pode ter sido revelado (e surpreende)
  • OnePlus 9: CEO confirma que exemplo do iPhone não será seguido
  • Logitech tem os melhores ratos e teclado ergonómico para trabalhar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.