Microsoft quer melhorar o modo incógnito de browsers baseados no Chromium

Carlos Oliveira

A gigante do software prepara-se para fazer mais um grande contributo para toda a comunidade Chromium. Segundo o que se pode ler nessa plataforma, a Microsoft irá impedir que os browsers em Modo Incógnito recolham os dados introduzidos pelo teclado.

Esta medida irá ser aplicada no Windows 10 e irá abranger não só o Google Chrome como o vindouro Edge baseado no Chromium. Deste modo, os seus Modo Incógnito ficarão um pouco mais seguros do que até agora.

Chromiun browsers

Como já o referimos mais do que uma vez, os Modo Incógnito não são totalmente incógnitos. Na verdade, aquilo que estes fazem é impedir que o histórico, os cookies e outros dados sejam armazenados.

Por conseguinte, os dados introduzidos através do teclado continuam a ser monitorados. De outra forma, não seria possível continuar a ter acesso às sugestões que mesmo neste modo continuam a existir.

Microsoft quer tornar a nossa navegação um pouco mais privada

Com a implementação desta nova funcionalidade perde-se em funções, mas ganhasse em privacidade. Deste modo, será impossível ao browser em questão guardar qualquer informação que introduzas num determinado site ou formulário.

A Microsoft justifica esta medida com a sua intenção de que os browsers parem de fazer sugestões para dados que deveriam ser privados. Claro que esta adição não vai, de repente, tornar toda a nossa navegação totalmente segura. Mas certamente irá aumentar um pouco mais o seu nível de segurança.

Ainda não se sabe quando é que esta funcionalidade estará disponível para todos. Tanto quanto se sabe, ela está ainda em modo de desenvolvimento e não há previsões para a sua disponibilização.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.