Metal líquido vai permitir criação de ecrãs flexíveis por impressoras 3D

Filipe Alves

As impressoras 3D têm vindo a ter as mais diversas utilidades, desde a impressão de próteses, a armas e até mesmo de comida. Agora, com a descoberta de um metal líquido poderá ser possível usar as potencialidades das impressoras 3D na criação de ecrãs flexíveis.

O estudo publicado pela biblioteca da Universidade Estatal de Cornell revela o desenvolvimento de uma nova técnica de impressão ao usar um metal que permanece líquido à temperatura ambiente. Este método de impressão vai permitir o fabrico de componentes electrónicos sobre quaisquer objectos.

Outra particularidade deste metal é a transparência, pois é possível criar uma fita condutora parcialmente transparente. De acordo com Jing Liu, um dos pesquisadores responsável pelo desenvolvimento desta nova técnica, a combinação entre os componentes gálio e índio resulta num metal com uma transparência capaz de atingir os 47%.

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.