Home Android

Os melhores Nokia que encontrarás no mercado em 2017

2017 marcou o regresso da marca ao mercado dos smartphones e estes são os Nokia's a ter em conta!

Nokia 3310
O novo Nokia 3310 – Crédito: Nokia

Renascida graças à HMD Global, empresa com fortes raízes na Finlândia, a Nokia deverá lançar até 7 novos smartphones com Android em 2017. Três dos quais já foram apresentados, estando já a chegar a alguns mercados. A Portugal chegarão oficialmente a partir de maio. Está na hora de conheceres os melhores produtos da Nokia que este ano chegarão às lojas nacionais.

Os Nokia 3,5 e 6 foram apresentados oficialmente no Mobile World Congress, altura em que também ficamos a conhecer o novo telemóvel 3310, edição 2017. Contudo, serão os Nokia 8,7 e 9 que farão as delícias dos consumidores mais exigentes. Estes smartphones deverão ser apresentados na segunda metade do ano e já, por várias vezes, os vimos em diversas fugas de informações.

Não esqueçamos ainda o Nokia 3310, um clássico que volta agora, em 2017 com mais funcionalidades. O seu papel é meramente simbólico, um telemóvel na idade dos smartphones. Um ícone que simboliza o regresso da marca ao mercado dos dispositivos móveis. Por 49€ será um “must” para muitos entusiastas de tecnologia!

   

Vê ainda: Motorola: Os 5 modelos mais marcantes da marca

Todos estes smartphones da marca finlandesa apresentarão características bastante diferentes entre si mas terão algo em comum, o Android Nougat no seu estado mais puro. Para além disso usufruirão de atualizações mensais de segurança. Eis aquilo que precisam de saber sobre cada um dos novos modelos!

Nokia 3

Nokia 3
Nokia 3

Este será o mais modesto – e económico – dos novos equipamentos. Com um preço aproximado de $150 (dólares), deverá ter conversão direta para euros. Em troca desta modesta quantia terás um smartphone construído em metal, com um design bastante elegante, de linhas bem definidas e aspecto bastante industrial. Será capaz de executar todas as tarefas, ainda que não seja o mais rápido dos smartphones no mercado.

As suas especificações técnicas num vislumbre:

  • Sistema operativo Android 7.0 Nougat
  • Processador (SoC) MediaTek 6737 quad-core a 1.3Ghz
  • 2GB de memória RAM
  • Ecrã / Tela de 5 polegadas IPS LCD
  • Resolução HD 1280x720p
  • Câmara traseira de 8MP
  • Câmara frontal de 8MP
  • 16GB de memória interna expansível via microSD
  • Bateria de 2650mAh

Nokia 5

Nokia 5
O Nokia 5

Este é o modelo de gama média. Com um ecrã ligeiramente maior e umas câmaras fotográficas reforçadas, pontos que justificam o seu preço mais substancial. Custará aproximadamente $200 dólares ou 200€, sendo 50€ mais caro do que o Nokia 3. Este valor coloca-lo-à em competição direta com o Motorola Moto G5, BQ Aquaris U Plus e até com o Wiko U Feel.

As suas especificações técnicas num vislumbre:

  • Sistema operativo Android 7.0 Nougat
  • Processador (SoC) Qualcomm Snapdragon 430
  • 2GB de memória RAM
  • Ecrã / Tela de 5.2 polegadas IPS LCD
  • Resolução HD 1280x720p
  • Câmara traseira de 16MP
  • Câmara frontal de 8MP
  • 16GB de memória interna expansível via microSD
  • Bateria de 3000mAh

Nokia 6

Nokia 6
Nokia 6

Este é o smartphone Android mais poderoso da marca até à data! Até que os promissores 7, 8 e 9 sejam apresentados oficialmente isto é. O seu preço será de $250 dólares, provavelmente com conversão direta para euros e por esse preço teremos, ainda, o processador Snapdragon 430 da Qualcomm. Pessoalmente gostaria de ver aqui um processador de gama média alta, nomeadamente o Snapdragon 625 que já lhe daria muita mais “fibra”.

Pelo preço, deverá fazer frente (e furor) face aos BQ’s, Wiko’s, Huawei’s, LG’s, Sony’s e nem mesmo a Samsung escapará ao revivalismo finlandês. A menos que os novos equipamentos desiludam no seu desempenho no dia-a-dia.
O mercado de gama média é um dos mais preenchidos da atualidade. Destaco aqui o papel de jovens marcas como a BQ, Wiko e mesmo as construtoras mais estabelecidas como a Samsung. Todas elas terão de olhar com atenção para o regresso desta mítica marca finlandesa. Contudo, os seus novos produtos ainda terão que prestar provas de valor. A nostalgia é sedutora, mas os resultados na vida real são ainda mais.

Até à sua análise/review, olhemos para as suas características e especificações:

  • Sistema operativo Android 7.0 Nougat
  • Processador (SoC) Qualcomm Snapdragon 430
  • 3GB de memória RAM
  • Ecrã / Tela de 5.5 polegadas IPS LCD
  • Resolução Full-HD 1080 x 1920p
  • Altifalantes duplos
  • Câmara traseira de 16MP
  • Câmara frontal de 8MP
  • até 128GB de memória interna expansível via microSD
  • Bateria de 3000mAh

Nokia 7 e 8

Entremos no reino dos rumores e fugas e informação. Sabemos que a marca lançará mais dispositivos em 2017 mas, como é óbvio, ainda não temos informações oficiais sobre estes gama média-alta. Segundo consta, tanto o 7 como o 8 serão equipados com o processador Snapdragon 660 da Qualcomm. Terão uma estrutura e construção inteiramente metálica e partilharão o Android 7.0 Nougat, limpo e sem bloatware.

O 7 terá um ecrã de 5.2 polegadas com resolução Full-HD 1080p ao passo que o 8 terá uma tela ligeiramente maior, de 5.5 polegadas com resolução Quad-HD (1440p). Ambos terão painéis IPS LCD. Não é de excluir a presença de lentes Carl Zeiss nestes smartphone mas, mais uma vez, estamos no reino da especulação e das escassas fugas de informação (leaks).

Vê ainda: Nokia reforça o seu compromisso em lançar smartphones com Android puro

Nokia 9

Nokia
O aspecto do Nokia 9, tal como o do 7 e 8 ainda não são conhecidos.

O topo de gama, o flagship, o top de linha. Este será o melhor equipamento da marca a ser lançado este ano se confiarmos nos rumores. Sobre ele já me debrucei anteriormente e aguardo pacientemente a sua chegada. Até lá, faço figas para que todos os rumores estejam certos!

Segundo consta, este topo de gama terá o processador Snapdragon 835 (o atual topo de gama da Qualcomm), câmara traseira de 22MP com lentes Carl Zeiss, câmara frontal de 12MP para todas as tuas selfies e o motor de áudio Nokia OZO. Terá ainda certificação IP68 (resistência à água e ao pó) e restantes características de topo. Será uma autêntica jóia e não vejo hora de ser lançado!

A Nokia terá que investir, com cuidado, em cada novo lançamento. O primeiro passo será dar-se a conhecer (mais uma vez) às massas com os seus gama-média com preço bastante competitivo. Não tenho dúvidas de que o seu nome ainda causará uma boa impressão em grande parte dos consumidores mas seria extremamente imprudente ignorar o peso que marcas como a Samsung entretanto adquiriram. Aliás, a Nokia nunca se conseguiu afirmar no mercado dos smartphones e, se quer ousar fazê-lo, terá que combater, em primeiro lugar, os gama média da Samsung e Huawei, atuais figuras dominantes neste segmento.
Só depois de se estabelecer confortavelmente neste mercado intermédio é que a marca deverá lançar os seus gama alta. Não tenho dúvidas de que serão bem recebidos pelos entusiastas de tecnologia mas primeiro é necessário colocar um smartphone Nokia nas mãos dos consumidores. Só então deverá a marca finlandesa lançar os seus topos de gama, obedecendo aos padrões de qualidade e exigência atuais.

Aspectos como a qualidade de construção – ponto crucial para mim – design simples e ergonómico, bateria para 1 a dois dias de autonomia, a interface (UI), essa já sei que será leve e bem próxima do Android puro. Quero ainda um equilíbrio na relação qualidade/preço, com câmaras à altura do legado Carl Zeiss, um ecrã/tela de 5.2 a 5.5 polegadas com resolução digna de um topo de gama. Por tudo isso estou disposto a pagar até um máximo de 700€. Serás capaz de me surpreender, querida Nokia?

Assuntos relevantes:

FonteNokia

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).