MediaTek M80: novo processador mmWave chega aos 7,67 Gbps em download

Rui Bacelar
Comentar

A MediaTek deu a conhecer o seu novo processador para smartphones, capaz de atingir velocidades de download de 7,67 Gb por segundo através da quinta geração de redes móveis (5G) ao tirar proveito do padrão mmWave. Mas há mais novidades!

Este SoC (system-on-chip) também é capaz de enviar até 3,76 Gbps de dados para a rede (velocidade de upload). De igual modo, também suporta o padrão sub-6 das redes 5G, mas claro, são as capacidades mmWave que o separam do antecessor, M70.

O M80 é o novo processador da MediaTek

MediaTek M80

O novo MediaTek M80 é um processador de gama alta que suporta dois cartões SIM ligados às redes com arquitetura NSA e SA, podendo o smartphone usar ambos os cartões para usar tirar proveito da tecnologia Voice over Radio (VoNR). Note-se que o padrão DDS (Dynamic Spectrum Sharing) está disponível para as redes que não tenham frequências dedicadas exclusivamente ao 5G.

Desse modo, o DDS permite que as operadoras combinem o padrão 4G e 5G na mesma banda, sendo essencialmente uma medida de transição. Futuramente, quando as frequências 5G, dedicadas a tal, sejam mais comuns, o DDS terá cumprido o seu papel.

Entretanto, este padrão integrado permitirá que mais consumidores tirem proveito de melhores velocidades de navegação em dados, sobretudo em smartphones mais acessíveis. Note-se que, por norma, os chips da MediaTek são relativamente baratos face aos rivais da Qualcomm.

O novo MediaTek M80 pode democratizar o acesso ao 5G

MediaTek M80

Além de ser o primeiro processador da marca a suportar o padrão mmWave das redes 5G, é também um chip bastante configurável e adaptável ao nível da configuração energética, ou consumo de energia do seu modem. Este componente será capaz de ajustar o seu desempenho e consumo de energia consoante as condições detetadas de rede.

Justamente apelidadas de UltraSave Network Environment Detection e UltraSave OTA Content Awareness, estas são as caraterísticas que lhe permitirão ajustar o consumo energético. Note-se que o consumo de energia pelo modem dos smartphones é um dos principais desafios para a generalização deste novo padrão de redes.

As primeiras unidades do processador começarão a chegar às fabricantes de smartphone em meados de 2021. No entanto, este SoC também pode ser usado em portáteis, hotspots de Wi-Fi e outros dispositivos móveis além dos telefones inteligentes.

O novo SoC de gama alta foi apresentado recentemente em Taiwan pela MediaTek, revelado através de comunicado à imprensa.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.