Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Mais de 800 mil apps retiradas da App Store e da Google Play

Mónica Marques
Comentar

De acordo com um relatório da Pixalate, mais de 800 mil aplicações foram retiradas da Google Play e da App Store da Apple, só no primeiro semestre de 2021. Segundo o mesmo relatório, mais de 80% das aplicações eram dirigidas a crianças de até aos 12 anos.

A principal razão para a remoção destas aplicações prende-se com a falta de política de privacidade.

Apps retiradas de lojas mantêm-se instaladas nos dispositivos

App store iphone

A Pixalate, plataforma de análise de privacidade e proteção contra fraudes, analisou mais de 5 milhões de aplicações, em ambas as lojas, para realizar este relatório. Ainda segundo esta fornte, as aplicações podem "permanecer instaladas nos dispositivos, mesmo depois de serem removidas da loja de aplicações".

O relatório avança que 89% das apps retiradas da App Store e 86% da Google Play eram para crianças de até aos 12 anos. Mais adianta o relatório de que 66% das apps Android tinham, pelo menos, uma "permissão perigosa", 27% foram retiradas por darem acesso às coordenadas GPS e 19% por acesso à câmara.

A Pixalate disponibiliza gratuitamente no seu site o relatório completo e esclarece que esta análise teve como objetivo ajudar os programadores a identificar e reconhecer potenciais ameaças de violação de privacidade e compliance.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.