Honor MagicBook Huawei Honor 10
O novo computador chegou juntamente com o novo smartphone Android.

Como se um fantástico smartphone a preço de saldo não bastasse, a sub-marca da maior fabricante chinesa apresentou-nos este PC portátil, o Honor MagicBook. Chegou para coroar a apresentação do novo Huawei Honor 10 e aguentará até 12 horas de utilização / autonomia.

Segundo a própria fabricante, o seu novo MagicBook foi construído segundo a atitude e filosofia inerentes aos nossos dispositivos móveis. Produtividade e mobilidade, sem compromissos. Desta forma, o novo computador portátil, com a plataforma Windows, foi construído para ser elegante, poderoso e inteligente.

Vê ainda: Huawei Honor 10 já é oficial! Kirin 970 e 6GB de RAM por 335€

Frisariam ainda a qualidade de construção, durabilidade do MagicBook e integração das melhores características sem comprometer o preço ou o peso do computador. Com efeito, para além do incrível Huawei Honor 10 também este MagicBook merece ser conhecido.

Em primeiro lugar temos aqui um ecrã de 14 polegadas com revestimento anti-reflexo (anti-glare). Em seguida, tal como a marca refere, este ecrã ocupa 81% de todo o painel para um aspecto extremamente elegante em que as margens são perfeitamente negligenciáveis. Um look elegante para o seu primeiro computador portátil.

MagicBook chegou para ‘coroar’ a apresentação do Huawei Honor 10

A fabricante refere ainda a presença de uma funcionalidade “Professional Eye Mode” que, tal como o nome indica, é indicada para profissionais. Na prática melhorará a performance e a representação de cores e conteúdos no ecrã. Mais ainda, o novo MagicBook conta com o processador Core i7 -8550U, um processador de 8ª geração da Intel que deverá proporcionar uma melhoria de performance na ordem dos 40% face à geração anterior (7ª). O departamento gráfico está entregue à Nvidia MX150 com 2GB de memória dedicada GDDR5.

Honor MagicBook disponível com Core i7 ou Core i5 de 8ª geração

Com efeito, temos também uma variante mais económica e modesta, equipada com o processador Intel Core i5. Está também equipado com a gráfica Nvidia MX150 com 2GB de memória dedicada. A nível de memória RAM esta versão apresenta 4GB e um total de 256GB de memória em disco SSD.

Por outro lado, a versão de topo, com o Core i7 apresenta-nos 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento SSD. Cumpre ainda mencionar que o portátil pode ser aberto até 180º, estando também equipado com um teclado completo e retro-iluminado (3 níveis de luminosidade). Temos também alguns atalhos dedicados, seja para o Wi-Fi, microfone, entre outros.

Foi apresentado hoje, juntamente com o Huawei Honor 10

Tal como já foi dito acima, o seu ponto forte será a autonomia de bateria. Estando equipado com uma célula de 57Wh, a sua autonomia chega às 12 horas de reprodução de vídeo em resolução Full-HD. Mais ainda, afirma, que este MagicBook é capaz de 12 horas de navegação na Web ou até mesmo 13 horas de processamento de texto.

Honor MagicBook Huawei Honor 10
Disponível em 3 acabamentos / cores e duas versões de especificações.

O novo computador que acompanhou o Huawei Honor 10 conta ainda com um total de 4 altifalantes com suporte para o Dolby Sound System. Temos ainda um total de antenas 2×2 MIMO para recepção de sinal Wi-FI, sem interferências.

Já a nível de acabamentos, o Honor MagicBook estará disponível em Cinzento prateado, Cinzento fosco ou Violeta. A marca garante também uma assistência pós-venda de 2 anos na compra dos seus novos computadores. Por último, a nível de preços o Honor MagicBook custará aproximadamente 908 dólares. O equivalente a 733 euros na sua versão com o Core i7.

Já por outro lado, a versão de topo, com o processador Core i5 custa o equivalente a 796 dólares ou 643 euros. Chegarão às lojas, na China, a partir do dia 23 de abril.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Amazon Internet – Novo “browser” já está disponível para Android

Apple: Um dos iPhone de 2018 poderá chegar pouco acima dos 550€

BQ Aquaris X2 e X2 Pro chegam em breve com Android One da Google

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).