LG vai deixar de desenvolver os seus smartphones mais acessíveis

Carlos Oliveira
Comentar

Não é novidade que a LG está bastante longe daquilo que representava há uns anos. Além de já não ter a influência de outrora no mercado, o seu departamento mobile há muito que não gera lucro.

Para inverter esse cenário financeiro negativo, a LG prepara uma mudança importante no desenvolvimento dos seus smartphones. Tal como avança a agência Reuters, a sul-coreana deixará de desenvolver os seus gama baixa e gama média nas suas fábricas.

LG vai delegar o desenvolvimento dos seus modelos mais baratos a terceiros

Para já, ainda não foram divulgados nenhum nome das empresas a quem a LG irá delegar esta tarefa. A ideia, no entanto, parece já estar definida e será colaborar com entidades externas para o design e produção dos smartphones mais acessíveis.

LG

Apesar de desenvolvidos por terceiros, a marca LG não irá desaparecer dos segmentos inferiores. A marca da sul-coreana continuará a marcas presença nesses equipamentos, o que significa que continuaremos a ver smartphones baratos com a marca da empresa nas lojas.

Para o consumidor, esta alteração não terá nenhuma consequência. Esta manobra visa apenas reduzir os custos associados à produção de novos equipamentos, na expectativa de que os resultados financeiros da empresa melhorem.

LG irá focar as suas atenções nos topos de gama

Ao delegar o desenvolvimento dos modelos inferiores a terceiros, a LG irá focar-se mais no desenvolvimento dos seus modelos premium. Mais recursos humanos e financeiros serão canalizados para os mais irreverentes modelos da sul-coreana.

A estrutura interna da LG vai sofrer alterações com esta medida. Além de abolir algumas posições de pesquisa e desenvolvimento, a sul-coreana já terá transferido alguns dos seus colaboradores para outros departamentos.

Dito isto, a LG irá canalizar os seus esforços para os sucessores de equipamentos como o LG Wing ou o LG Velvet. São estas as gamas que a sul-coreana acredita conseguirem catapultar a empresa novamente para os lucros.

Tecnológica sul-coreana regista resultados negativos à 22 trimestres consecutivos

Ainda que os prejuízos da LG tenham baixado nos últimos meses, longínquos vão os tempos em que a sua divisão de smartphones gerava lucro. A sul-coreana tem que agradecer pelo facto de o seu negócio não se restringir a este tipo de equipamentos.

Para piorar a situação, a LG está agora longe de ser uma marca influente no mercado dos smartphones. Teríamos de recuar até 2013 para vermos a sul-coreana entre as principais vendedoras de dispositivos móveis a nível mundial.

Atualmente, segundo os dados da Counterpoint, a LG encontra-se na nona posição desta hierarquia. Até uma jovem marca como a Realme já consegue vender mais smartphones que uma das mais antigas e relevantes empresas tecnológicas mundiais.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.