LG decide sair do mercado de smartphones, aponta publicação coreana

Rui Bacelar
Comentar

As nuvens negras têm se reunido sob o quartel-general da sul-coreana LG. Outrora uma das grandes fabricantes de smartphones Android, a sua posição no mercado mobile foi-se erodindo com o advento das rivais chinesas como a Xiaomi.

Tendo sustentado diversas reestruturações do departamento de smartphones e dispositivos móveis, no final de 2020 grassaram rumores sobre o possível fim desta divisão de telefones, tablets e outra tecnologia de consumo. Agora, ganham nova intensidade.

Será este o fim dos smartphones e dispositivos móveis LG?

LG Wing
O LG Wing foi um dos últimos lançamentos da marca no mercado mobile.

Em causa está a peça publicada pela publicação sul-coreana, a The Korea Times. O portal insinua que a LG terá finalmente decidido o que fazer com o seu segmento de smartphones, optando aqui por conter mais perdas e encerrar todo o departamento mobile.

A mesma fonte aponta que a LG alocará todos os trabalhadores até então dedicados aos smartphones, tablets e produtos conexos a outras áreas de atividade em que a tecnológica opera. Citando fontes próximas da indústria, o jornal dita o fim desta aventura da LG.

"A LG considerou vários cursos de ação. Desde a venda do departamento, à divisão do mesmo para agilizar as vendas, ou retrair-se definitivamente do mercado de smartphones, mas em última instância acabou por decidir retrair-se deste mercado". Avança o The Korea Times.

Fontes sul-coreanas dão como certa a saída do mercado mobile

LG Update:Remaining employees in the LG MC division will be assigned to the Changwon home appliance factory next weekThis is the procedure of dismantling the entire 4,000 employees of the LG phone division.Rollable was an unfinished model used to increase the ... (1/3) https://t.co/xoQdt7iFL5

— 来自上海的Tron (@FrontTron) 29 de março de 2021

Tal como referi supra, não é a primeira vez que estes rumores surgem nos diversos veículos de informação online, mas há efetivamente um redobrar de intensidade e certeza no texto. Acima temos o testemunho de outra fonte sul-coreana.

O utilizador de Twitter aponta que será "muito improvável que a LG continue a disponibilizar atualizações de software para os dispositivos existentes caso saia do mercado". Por outras palavras, abandonaria os atuais smartphones em caso de saída.

Ainda segundo o utilizador @FrontTron, o anúncio estará iminente, apontando o dia 5 de abril como data para o anúncio. Nesse dia contamos assim com uma conferência de imprensa, ou pelo menos um comunicado oficial da LG

A 5 de abril podemos ficar a conhecer o veredito da LG

... the software updates, it is unlikely to be done in this situation. It is in many ways unfortunate that the LG phone, which started with the feature phone, ends with the Wing.Final official statement from LG is expected to be announce next Monday, Korea time. (3/3)

— 来自上海的Tron (@FrontTron) 29 de março de 2021

Resta, por fim, lembrar que a divisão de smartphones da LG não é lucrativa há vários anos. Não obstante, a fabricante manteve-se neste segmento com dispositivos cativantes, de identidade sólida e caraterísticas promissoras.

Não conseguiu, contudo, competir com os preços praticados por marcas como a Xiaomi. Não conseguiu, de igual modo, cimentar a sua posição como o fez a conterrânea Samsung, solidificando-se como marca líder de mercado desde então.

Por outro lado, a LG continua a ser a terceira maior fabricante de smartphones nos Estados Unidos da América, o terceiro maior mercado mobile do mundo, atrás da Índia e China. É a quinta maior fabricante na América Latina.

A periclitante posição da LG será em breve clarificada.

Editores 4gnews

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.