Já há mais motoristas de Uber que taxistas no Porto e em Lisboa

Bruno Coelho
Comentar

De acordo com o Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT), Portugal continua a ter mais taxistas – 25677 – do que Motoristas de Transportes de Passageiros em Viaturas Ligeiras Descaracterizados (TVDE), que têm 23167. Mas a tendência já se inverteu nas principais cidades do país.

A distribuição de motoristas de serviços como a Uber ou a Bolt é tudo menos proporcional. Só o distrito de Lisboa conta com mais de metade destes, tendo 12436. Um número bem acima dos 9427 motoristas de táxi certificados no distrito.

Uber é o serviço de TVDE mais popular em Portugal

No distrito do Porto, o cenário é semelhante, embora de menores proporções. No final de janeiro já havia 3927 motoristas TVDE no Porto, contra 3322 motoristas de táxi. No entanto, estes números não são vistos com bons olhos.

Falta de limites das plataformas é um problema

Embora mais motoristas signifiquem menos tempo de espera para o cliente, o dirigente sindical dos motoristas TVDE vê este cenário “com preocupação”. Isto porque muito em breve “haverá mais carros do que clientes”, segundo António Fernandes.

A necessidade de uma maior regulação deste mercado é pedida, de forma a que não existam motoristas a mais. No entanto, as plataformas continuar a dizer que não querem limites para o número de carros disponíveis.

A Uber é a plataforma mais popular, mas existem mais plataformas de TVDE disponíveis para consumidor, como a Bolt, a Kapten, a It’s My Ride ou a Bora, que é 100% portuguesa.

Editores 4gnews recomendam:

  • Uber chega a mais uma cidade portuguesa, 2,8 milhões de downloads depois
  • Uber quer desafiar o Google Maps em Portugal! Entende
  • Uber e Hyundai fazem parceria para "táxis" aéreos. Entende o conceito
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.