iPhone 13 trará Face ID melhorado para funcionar com máscaras

Carlos Oliveira
Comentar

A pandemia da COVID-19 instaurou o hábito do uso da máscara facial e um novo entrave ao ideal funcionamento da tecnologia Face ID. Com o lançamento dos iPhone 13, no próximo mês, a Apple quer resolver este inconveniente.

Tal como aponta a publicação Frontpagetech.com, a Apple está a testar internamente um novo sistema Face ID. O intuito é perceber de que forma este se comporta com o utilizador a usar uma máscara facial e com os óculos embaciados.

Funcionários da Apple já estão a testar o novo Face ID

A fonte revela que a Apple desenvolveu uma capa protótipo para o iPhone 12 com um novo sistema Face ID. Esta capa, quando instalada no smartphone, substitui o módulo de reconhecimento facial padrão do equipamento.

Face ID iPhone 13
Créditos: Frontpagetech.com

O módulo apresentado na imagem acima tem as mesmas dimensões dos ficheiros CAD já revelados para o iPhone 13. Com efeito, tudo aponta que seja o mesmo conjunto de sensores que a Apple irá colocar nos seus próximos smartphones.

A distribuição deste capa protótipo é mais um esforço da parte da Apple na prevenção de fugas de informação. De outro modo, a empresa escusa-se a facultar unidades de teste do iPhone 13 aos seus funcionários, prevenindo que imagens e outros detalhes dos mesmos saiam de portas.

Os funcionários da Apple estão a receber instruções para usar o novo sistema Face ID enquanto usam as suas máscaras de proteção facial. Outros foram instruídos a usar as suas máscaras com e sem óculos.

Face ID iPhone 13
Créditos: Frontpagetech.com

Em ambos os casos, o sistema Face ID é configurado sem a máscara, como qualquer outro utilizador. Posteriormente, o seu funcionamento é avaliado com o utilizador a tentar desbloquear o seu iPhone com a sua máscara e óculos pessoais.

Adicionalmente, existe uma preocupação acrescida na testagem desta tecnologia com óculos embaciados. Um cenário muito comum para quem usa óculos e a sua máscara de proteção.

Estes relatos revelam os esforços da Apple para a testagem de um novo Face ID que possa ser igualmente funcional em tempo de pandemia. Uma resposta positiva aos queixumes dos seus utilizadores nos últimos meses.

Atualmente, a Apple permite contornar o Face ID com a ajuda do Apple Watch. Este pode servir como meio de autenticação enquanto o utilizador estiver a usar máscara, mas está longe de oferecer o mesmo nível de segurança do sistema de reconhecimento facial do iPhone.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.