iPhone 13 ou iPhone 13 Pro? Este detalhe pode ser decisivo para alguns utilizadores

Bruno Coelho
Comentar

Os iPhone 13 e iPhone 13 Pro são finalmente oficiais. Como seria de esperar, há diferenças entre ambos que podem convencer os utilizadores a comprar o modelo mais caro. Falamos da lente telefoto ou da taxa de atualização de 120Hz no ecrã. Mas as diferenças não se ficam por aí.

Como é habitual, iPhone 13 e iPhone 13 Pro vão contar com o mesmo processador: o novo A15 Bionic. A diferença é que a versão do processador encontrada nos modelos Pro será significativamente mais poderosa.

GPU do iPhone 13 Pro tem mais um núcleo que o iPhone 13

Segundo a Apple, o novo A15 Bionic conta com dois núcleos de alto desempenho e quatro de eficiência energética. Contudo, a aposta a nível gráfico nos modelos Pro é maior, como pode ser comprovado no site oficial.

Segundo o 9to5Mac, a GPU (placa gráfica) encontrada no iPhone 13 mini e iPhone 13 conta com quatro núcleos. A tecnológica de Cupertino afirma que esta consegue ser 30% mais rápida que a concorrência.

iphone 13

No entanto, a narrativa nos modelos Pro é diferente. Segundo a Apple, o iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max conseguem desempenho 50% superior à concorrência. E tal acontece porque a sua GPU conta com cinco núcleos (mais um que nos modelos base).

Acredita-se que este núcleo adicional possa também estar relacionado com o suporte para o codec ProRes. Nestes modelos Pro será possível gravar e editar vídeo com este codec, o que acaba por requerer uma gráfica superior.

Tal como referimos, para quem joga no smartphone esta pode ser uma importante diferença, mas não a única. Os iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max também contam com 120Hz de taxa de atualização, que te garante maior fluidez de utilização e que fará diferença em alguns jogos.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.