iPhone 13 não está a impressionar os utilizadores. Novo estudo mostra que intenção de compra caiu

Mónica Marques
Comentar

São más notícias para a Apple. Um novo estudo indica que a intenção de comprar o novo iPhone 13 caiu 20, 5%, em relação há dois meses.

Pior: 64,1% das pessoas entrevistadas afirmaram que os novos terminais Apple "não são muito" ou "nem um pouco" emocionantes.

Estudo da SellCell indica que 76,8 dos entrevistados não vai comprar o iPhone 13

O novo estudo foi conduzido pela empresa SellCell que entrevistou vários utilizadores dos Estados Unidos da América. E as conclusões são preocupantes para a empresa de Tim Cook. Tudo porque a intenção de comprar o novo modelo caiu 20,5% quando comparada com a intenção mostrada pelos utilizadores dois meses antes do lançamento.

Do universo total de entrevistados, 76,8% dos utilizadores afirmaram que não pretendem adquirir nenhum modelo do iPhone 13 contra 23,2% que reafirmaram a sua intenção de comprar o novo modelo.

Quanto aos novos modelos, o iPhone 13 Pro é a escolha mais popular com 42,5% dos inquiridos a dizer que decidiram comprar este modelo. Em segundo lugar está o 13 Pro Max com 26,3%, seguido pelo iPhone 13 com 22% e, por fim, do iPhone 13 min com 9,2%.

Entre as especificações que levaram os utilizadores a adquirir o iPhone 13, o mesmo estudo coloca o ecrã ProMotion a 120 Hz em primeiro lugar, já que 34,1% dos inquiridos afirmou ser essa a razão de compra enquanto que 25,3% fala do aumento de autonomia de bateria.

Ausência de Touch ID e funcionalidades melhores entre as razões para não comprar o terminal Apple

Já as a ausência de Touch ID e de funcionalidades melhores levaram 29,3% e 19,5%, respetivamente, a optar por não comprar o novo iPhone. Cerca de 12% dos entrevistados evocaram ainda a razão de estarem satisfeitos com o seu telefone atual e não sentirem necessidade de trocar de terminal.

O estudo da SellCell quis ainda saber se os utilizadores que não estão a pensar em adquirir o novo iPhone agora, o pretendem fazer no futuro. Neste caso, 36,8% dos inquiridos afirmou que vai aguardar pelo lançamento do iPhone 14. Já 32,3% não pretende trocar de terminal nos próximos dois anos, 16,1% dos utilizadores estão agora a migrar para Android e, por fim, 11,3% estão a adquirir modelos de iPhone mais antigos.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.