Inteligência Artificial da Amazon irá reconhecer emoções e não só discurso

António Guimarães
Comentar

A Amazon e a sua equipa de investigadores está a trabalhar num novo tipo de reconhecimento de voz. Através de um algoritmo de inteligência artificial, será possível reconhecer variações emocionais na voz do utilizador.

Este método envolve a utilização de conjuntos de dados públicos, filtrados por critérios chamados 'valência' e 'domínio'. O primeiro define conotações positivas ou negativas, o segundo critério regista a intensidade da emoção do utilizador, ou o quanto o mesmo se sente em controlo do que diz.

Embora já existem inteligências artificiais capazes de reconhecer emoções, este método produz resultados muito mais eficazes. Um dos cientistas envolvidos no projecto, Viktor Rozgic, explica em mais detalhe o desenvolvimento na comunicação oficial.

Uma das características mais interessantes é que graças à aprendizagem de máquina, este sistema apenas precisa da base de dados para aprender e desenvolver-se. Não é necessária programação adicional pela mão humana.

ai amazon

Utilizações práticas deste sistema

É claro que um sistema de reconhecimento de voz deste calibre tem inúmeras aplicações para a ciência. Contudo, como é que o utilizador comum pode beneficiar desta inteligência artificial?

O mais provável é a Amazon implementar este sistema na coluna inteligente Amazon Alexa. Reconhecer o estado emocional do utilizador pode ajudar a dar contexto a reclamações ou feedback no geral.

Existe também a possibilidade deste sistema ajudar com a monitorização de saúde dos utilizadores. Existem, por exemplo, chats automáticos que são programados para ajudar pessoas a sofrer de problemas emocionais como depressão ou ansiedade.

Além disso, este sistema de inteligência artificial pode ser implementando em clínicas ou hospitais para ajudar os médicos a perceber melhor o estado emocional dos pacientes.

É claro que todas estas aplicações parecem fazer parte de um futuro distante mas em teoria, são aplicáveis. Existe ainda a preocupação com a privacidade pois se a coluna ou o dispositivo móvel ouve o que tu dizes, saber como o teu estado emocional é ainda mais estranho.

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.