Huawei tem ideia alternativa para anular a saliência da câmara nos smartphones dobráveis

Carlos Oliveira
Comentar

A Huawei submeteu junto da WIPO uma patente para um novo smartphone dobrável. O ponto de destaque deste documento está na câmara do equipamento, concretamente na forma como será possível anular a saliência do módulo da sua câmara.

Não sabemos quando é que a empresa chinesa submeteu esta patente junto do órgão regulador. Seria curioso saber isso, pois as imagens ilustram um produto com uma filosofia que a marca abandonou no seu mais recente smartphone dobrável.

Huawei

Huawei criou uma "notch" para esconder a saliência da câmara

As imagens que acompanham o documento ilustram um produto semelhante ao primeiro dobrável, o Huawei Mate X. Ou seja, temos um produto em que o ecrã mantém-se exposto mesmo quando fechado.

Para anular a saliência da câmara traseira, a Huawei colocou uma "notch" na lateral do ecrã. Trata-se de uma concavidade em que o módulo da câmara do smartphone repousará assim que o dispositivo feche.

HUawei

Esta abordagem permitirá à Huawei criar um produto mais fino, sem descurar na qualidade da sua câmara. Poderia manter os sensores utilizados atualmente sem que isso sacrifique a espessura do produto.

Embora a ideia seja interessante no ponto de vista da espessura do equipamento, o mesmo não aplica do prisma da elegância. Olhar para um ecrã com uma concavidade numa extremidade está longe de cumprir com os parâmetros atuais.

Numa altura em que o objetivo é alcançar um ecrã sem interrupções, esta filosofia é um contrassenso. Este é um dos pontos que nos leva a questionar se algum dia a Huawei irá mesmo lançar um produto com esta ideologia.

Este é um dos casos em que melhor se aplica aquilo que mencionados sempre quando olhamos para uma patente. Aquilo que está inscrito na mesmo não garante que venha a ser lançado para o mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.