Huawei revela que o Mate Xs está a dar prejuízo à empresa

Carlos Oliveira
Comentar

O Huawei Mate Xs é o segundo smartphone dobrável que a chinesa lançou para o mercado. A sua aparência é a mesma que o modelo original, porém, este foi desenvolvido com maior foco na sua durabilidade.

Pouco tempo depois de o Huawei Mate Xs ter chegado ao mercado, um executivo da empresa tem uma firmação que surpreenderá muita gente. Segundo Yu Chengdong, o segundo dobrável da chinesa ainda não deu lucro à empresa.

Huawei Mate Xs é sinónimo de perdas acima dos 60 milhões de dólares

Não há grandes dúvidas que o desenvolvimento de um smartphone dobrável não é barato. A fase de investigação e desenvolvimento requer um esforço monetário considerável da parte da Huawei, mas espera-se que a sua venda possa compensar esses gastos.

Mate Xs

Infelizmente para a Huawei, esse ainda não é o caso. Segundo o que é revelado, o Huawei Mate Xs já custou à chinesa entre 60 a 70 milhões de dólares. Não sabemos quanto é que o Mate Xs custou à Huawei, nem quanto já rendeu.

O Huawei Mate Xs foi colocado à venda na China no início de março. Um mês depois e com uma popularidade acima do seu antecessor, é curioso notar que o dobrável ainda não conseguiu compensar o seu desenvolvimento.

Importa notar que o Huawei Mate Xs chegou à Europa com um preço de 2500€. Também no velho continente já temos este dobrável nas lojas, mas há ainda um longo caminho a percorrer para que o modelo comece a dar lucro à Huawei.

Os smartphones dobráveis são uma aposta arriscada

Esta afirmação faz todo o sentido do ponto de vista do consumidor e sabemos agora que o mesmo aplica-se a quem os desenvolve. Os números avançados pela Huawei confirmam que não é qualquer uma que se pode dar ao luxo de apostar neste segmento.

A Samsung nunca se pronunciou quanto ao retorno financeiro dos Galaxy Fold e Galaxy Z Flip. Não se sabe se também a sul-coreana está a perder dinheiro com esses dispositivos, mas é bastante provável que o retorno não esteja aos níveis dos smartphones convencionais.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.