Huawei revela planos sobre possível abandono dos smartphones premium

Bruno Coelho
Comentar

Depois de um ano difícil, a Huawei acabou por ter de vender a sua subsidiária Honor, após ter sido completamente 'vetada' pelo governo dos Estados Unidos a negociações com empresas norte-americanas.

Tal como a 4gnews noticiou, na última semana especulou-se que a empresa ponderava também vender as suas linhas de smartphones mais populares: a linha P e a linha Mate. Chega agora a confirmação de que a empresa não tem intenções de o fazer.

Huawei não tem intenções de vender as linhas P e Mate de smartphones

“Não existe fundamento para estes rumores. Permanecemos totalmente comprometidos com o nosso negócio de smartphones, e continuaremos a fornecer produtos e experiências líderes mundiais aos consumidores de todo o mundo”, esclareceu a empresa em declarações esta terça-feira.

Os analistas parecem comungar da opinião de que vender estas linhas de smartphones não é uma solução viável para a Huawei. “Vender outro negócio bem-sucedido não vai resolver os problemas com o banimento dos Estados Unidos, e causar apenas uma importante perda de receitas para a Huawei”, afirma o analista Will Wong da IDC.

“Esse tipo de negócio deve ser feito pela Huawei apenas como último recurso”, remata. E numa altura em que a Huawei quer manter a sua presença no mercado de smartphones, uma possível venda não será uma realidade.

Com a ausência de serviços da Google, as vendas de smartphones da Huawei caíram a pique globalmente. Mas isso não impede a empresa de lançar smartphones de grande qualidade, e que impressionam a nível fotográfico. Infelizmente apenas vingam comercialmente na China, onde as aplicações da Google não entram na equação.

Editores 4gnews recomendam:

  • Oficial: estes 3 smartphones da Xiaomi não receberão o Android 11
  • Samsung Galaxy S21 Ultra é 'massacrado' em teste de resistência
  • OnePlus 9 Pro visto pela primeira vez em imagens reais
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt