Huawei P40 sem serviços Google? CEO da marca responde

Bruno Coelho
Comentar

As declarações foram feitas por Charles Peng, CEO da Huawei e Honor na Índia, a um grupo de jornalistas. Os Huawei P40 e P40 Pro serão lançados com os seus próprios serviços, em alternativa aos da Google.

É bom termos em conta, no entanto, que foi garantido que os dispositivos chegarão ao mercado com Android 10. Ficou assim colocada de parte a possibilidade de a fabricante estrear o sistema operativo próprio – HarmonyOS.

De recordar que os Huawei P40 serão lançados em Paris, no final de março de 2020. O CEO da marca promete que o dispositivo terá um design “jamais visto”, provavelmente referindo-se ao facto de todos os recantos do ecrã serem curvos.

Huawei P40 Pro deve ter zoom ótico de 10x sem perda de qualidade

Como é de esperar, também foi garantido que o dispositivo terá uma melhor qualidade fotográfica que o antecessor. O grande destaque entre os rumores é a sua câmara periscópica que pode apresentar um zoom ótico de 10x sem perda de qualidade.

A Huawei pretende assim “construir um ecossistema móvel”, tendo os seus próprios serviços. Para tal, a marca avança que as aplicações principais estarão prontas muito em breve.

Segundo o Economic Times, a Huawei oferece mais de 17 mil euros aos desenvolvedores para que disponibilizem as suas aplicações nos serviços da marca. Resta saber se isto vai convencer os utilizadores ocidentais a abdicar de apps como o Youtube, o Maps ou o Gmail.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.