Huawei Mate 40: um dos melhores smartphones Android que vai passar ao lado

Filipe Alves
Comentar

A Huawei está prestes a revelar o seu novo modelo Huawei Mate 40 e Mate 40 Pro. A gama Mate é, normalmente, revelada de forma oficial em setembro/outubro e este ano não será muito diferente.

Contudo, este ano é marcado por um ano invulgar em quase todos os aspetos. Se no lançamento do Mate 30 a Huawei ainda tinha esperança de vender um topo de gama sem serviços Google, temos de encarar que nos dias de hoje as coisas são diferentes.

Huawei Mate 40 e algumas das suas especificações

Huawei Mate 30 Pro
Huawei Mate 30 Pro

De acordo com os rumores, o Huawei Mate 40 contará com o novo processador Kirin (e, muito possivelmente, último). Teremos uma câmara fantástica, uma construção sem igual e interiores que chegam para um topo de gama. Ou seja, memória RAM de 8GB e 12GB e memória interna que começa nos 128GB e termina nos 512GB.

Estas são as informações até ao momento. Falou-se que o Huawei Mate 40 iria ser o primeiro smartphone da Huawei com a câmara embutida no ecrã, contudo, já se desmentiu essa ideia.

O problema que a Huawei não consegue escapar

Vamos ter de falar do óbvio. E com isto conto a história de um amigo que encomendou um Huawei P40 Pro. Depois de saber que o terminal chegaria sem serviços Google decidiu cancelar a encomenda.

Primeiramente porque não se queria dar ao trabalho para instalar serviços Google e precisa dessas Apps. Em segundo lugar pela incerteza que isso lhe daria face a atualizações de sistema. Principalmente num smartphone caro.

O Huawei Mate 40 e Mate 40 Pro podem muito bem ser fantásticos e impressionantes. Contudo, estamos exatamente na mesma situação. É um smartphone desenhado apenas para alguns. Não para o público em geral que não se importa de pagar caro por um telemóvel.

Uma luz ao fundo do túnel

Esta situação é complicada, contudo, ainda há uma luz ao fundo do túnel. Segundo os rumores, a Qualcomm solicitou autorização ao governo norte-americano para negociar com a Huawei.

Ou seja, smartphones Huawei com processadores Qualcomm. Isto pode ser o início para que voltemos a ver smartphones também com serviços Google. Esperemos que sim! A Huawei é uma marca boa demais para continuar a ser ignorada.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.