Huawei Mate 40 Pro vai desiludir! E não é pela falta de serviços Google

Vitor Urbano
2 comentários

A Huawei continua a preparar o lançamento dos seus próximos smartphones topo de gama, os Huawei Mate 40. Esta é uma das linhas mais populares da marca, trazendo regularmente inovações que deixam os fãs da Huawei deliciados. No entanto, novas informações deixam-nos a pensar que este ano os novos smartphones poderão acabar por ser uma desilusão.

Já há alguns anos que a Huawei nos habituou a smartphones que apresentam incríveis capacidades, tanto no que respeita a performance, como fotografia e qualidade dos seus ecrãs. De acordo com o reconhecido leaker @RODENT950 no Twitter, os novos modelos poderão chegar com ecrãs que deixam muito a desejar.

The Mate 40 series continues the P40 series display specs aka strange resolution + 90Hz. pic.twitter.com/rBbesCwcp1

— Teme (特米)😷 (@RODENT950) 26 de junho de 2020

Considerando que estes são verdadeiros topo de gama que habitualmente puxam os limites da tecnologia disponível, seria de esperar que os seus ecrãs suportassem uma taxa de atualização de 120Hz ou até 144Hz. Mas parece que isso não irá acontecer. Ainda que já tenha sido confirmado que a marca está a testar unidades com taxa de atualização de 90Hz e 120Hz, o leaker afirma que vão acabar por se ficar nos 90Hz.

Huawei Mate 40 poderá ter o seu sucesso dependente da potência do novo processador Kirin

Atualmente a Huawei tem a sua vida muito complicada na Europa, visto que não pode lançar smartphones com suporte para os serviços Google. Ainda que tenha realizado um excelente trabalho com o desenvolvimento de alternativas viáveis, continua a ser muito complicado justificar o grande investimento nos seus smartphones topo de gama.

Agora, com as informações de que o ecrã dos Mate 40 poderão não chegar com as especificações mais desejadas, a sua popularidade poderá ficar completamente dependente das inovações trazidas pelo novo processador Kirin (5nm).

Apesar de já ter sido confirmado que o novo processador poderá trazer grandes benefícios em ecrãs com taxas de atualização elevadas, parece que a fabricante vai preferir jogar pelo seguro e garantir que o smartphone oferece uma autonomia invejável.

Por fim, é também possível que este processador nos apresente algumas novidades no que respeita às capacidades fotográficas do smartphone, o que poderá também ser um dos seus principais pontos de venda.

Estamos ainda a alguns meses da sua apresentação oficial, sendo possível que a fabricante tome ainda algumas decisões fundamentais nas tecnologias disponibilizadas no Huawei Mate 40. É possível que acabem por optar por deixar o suporte para 120Hz de forma opcional para os utilizadores.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.