Huawei Mate 30 Pro sofre bastante em teste de resistência

Bruno Coelho
Comentar

A Huawei enfrenta um banimento por parte dos Estados Unidos, o que faz com que o seu último smartphone topo de gama – o Mate 30 Pro – tenha chegado ao mercado com Android, mas sem serviços Google.

O dispositivo já passou pelas mãos do Youtuber JerryRigEverything, que o pôs à prova num teste de resistência. O dispositivo sofreu bastante, mas acabou por sobreviver a tudo o que foi submetido.

Na hora de testar o seu ecrã aos riscos, o Mate 30 Pro mostra-se no mesmo nível de outros smartphones em vidro. Os riscos começam a aparecer no nível 6, sendo mais pronunciados no nível 7.

O Mate 30 Pro não tem serviço Google, mas essa não é maior crítica do Youtuber. O facto de este não ter botões de volume físicos e se socorrer da ‘sensibilidade’ da lateral do ecrã para alterar o volume rerevela-se uma solução pouco rápida, e seria uma razão para este não o escolher como smartphone pessoal.

O Mate 30 Pro dobra mas não parte

Com um ecrã que se estende bastante até à lateral, a curiosidade de saber se o dispositivo resiste ao teste de dobragem era muita. A verdade é que a sua construção robusta acaba por fazer com que saia imaculado dessa parte do teste.

O Mate 30 Pro revela ter alguns defeitos, mas resistência neste teste não parece ser um deles. Ainda assim, sendo um dispositivo praticamente todo em vidro, exige uma capa e um vidro temperado que o coloque mais longe de qualquer azar.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.