Huawei irá participar nas infraestruturas 5G do Reino Unido

António Guimarães

A Primeira Ministra do Reino Unida Theresa May acabou de assinar uma permissão para que a Huawei possa ajudar a construir infraestruturas 5G. Supostamente serão partes 'não-essenciais' da estrutura como antenas e componentes de rede.

A decisão foi tomada hoje mesmo, sob críticas pesadas de outros políticos. Há elementos do governo do Reino Unido que temem a Huawei devido aos seus laços com o governo chinês.

aueio

Esta decisão vai contra a maré de países que tem optado por banir ou executar cautela em relação à Huawei. Relembrando que a Australia, Nova Zelândia e Estados Unidos baniram equipamentos da Huawei.

Além disso, a marca foi proibida de trabalhar no desenvolvimento de infraestruturas nesse país, seja 5G ou tecnologias já implementadas. Seja como for, parece que para já, a Huawei vai poder operar dentro do Reino Unido.

As suspeitas continuam pelo mundo inteiro

O senador norte-americano Marco Rubio fez afirmações bastante fortes sobre a Huawei e o governo chinês numa entrevista ao The Verge. A posição dos Estados Unidos em relação à marca não mudou de todo.

"A Huawei é uma empresa de tecnologia dirigida pelo Estado com um único objetivo: derrubar a concorrência estrangeira roubando segredos, propriedade intelectuais e através de preços artificialmente baixos, apoiada pelo governo chinês."

A Huawei a tentar combater esta expulsão dos seus produtos por parte dos Estados Unidos. A empresa está a fazê-lo tentado provar que tal acto é inconstitucional e que o país não pode privar os seus consumidores de tecnologias estrangeiras.

printscreeen

Apesar de não existirem provas em concreto deste tipo de relação entre a Huawei e o governo chinês, o maior medo está mesmo na maneira como a China lida com as coisas.

Recentemente temos vindo a falar de como a China baniu a palavra 'Leica' das redes sociais por um vídeo que menciona as manifestações políticas de Tiananmen Square. Trata-se de um país extremamente controlado quando se trata da sua informação.

Seja como for, tirando algumas excepções, a Huawei será certamente responsável por bastantes implementações de infraestruturas 5G na Europa. Aqui em Portugal certamente será a empresa chinesa encarregada de tais operações.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.