Huawei Honor Pad Note e Huawei Honor Pad apresentados

Filipe Alves

Além da LG, também a Huawei escolheu o dia 28 de Abril para mostrar novos equipamentos. Enquanto em alguns sites de tecnologia, o LG G4 roubou as luzes da ribalta, aqui na 4GNews tentamos mostrar todos os lados do mundo Mobile.

Além do Honor 4C, a Huwei também nos mostrou uma phablet e uma tablet por valores bem interessantes. A marca #chinaaopoder tem estado atenta à concorrência e seja ela a Xiaomi ou a Samsung a Huawei começa a combater nas frentes de batalha e olhar nos olhos os seus inimigos. Quem agradece é o cliente final e desde o Huawei 4C, um equipamento de gama média por 120€, temos também estes Huawei Honor Pad Note e Huawei Honor Pad que merecem uma atenção cuidada.

Começando pelo o Huawei Honor Pad Note, o equipamento tem um ecrã de 9,6"polegadas IPS com resolução 800x 1280, o processador Snapdragon 410 de 64-bit toma conta do coração, tem 1GB de RAM de artéria aorta, o que é não fantástico mas deve ser o suficiente e 16 GB de memória interna expandível até 32GB. As câmaras não são de espantar mas isto é um tablet, por isso dêem um desconto, a frontal de 2MP e a traseira de 5MP. Tudo isto é alimentado por uma bateria de 4800mAh. o Honor Pad Note vem com KitKat ( buuuuh) e terá o valor de 150€.

O Huawei Honor Pad é um pouco mais pequeno, com um ecrã de 7"polegadas 600 x 1024p não chega a ser HD mas anda lá perto. Câmaras de 2MP tanto a frontal como a traseira e 16GB de memória interna. Para o seu coração temos um processador de 1.2GHz e 1GB de RAM. O terminal terá o valor de 90€ e virá também com android KitKat e nada é referido se irão ou não receber Lollipop.

Os terminais certamente não serão vendidos nas lojas que estamos habituados, mas será possível encontrarmos os novos Huawei em sites que já estamos habituados!

Talvez queiras ver:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.