Huawei dará grande queda na produção dos seus smartphones em 2021

Bruno Coelho
Comentar

Desde que foi sancionada pelos Estados Unidos, a Huawei foi perdendo mercado no seu segmento mobile a nível global. E as últimas notícias dão conta de que os planos para 2021 não são animadores.

Huawei vai cortar produção de smartphones para metade de 2021

Ao que é avançado pelo site Nikkei Asia, a Huawei pretende cortar a sua produção de smartphones para metade este ano. Ao que é indicado pela fonte, esta já terá informado os fornecedores de que apenas irá encomendar componentes para fabricar entre 70 a 80 milhões de equipamentos este ano.

Estes parecem, à primeira vista, números expressivos. No entanto, a empresa enviou em 2020 qualquer coisa como 189 milhões de smartphones para o mercado. Tal significa que este ano veremos uma quebra de cerca de 60 por cento.

Honor já é carta fora do baralho nos números da Huawei

Estes são os números para já indicados pela Huawei. Embora a mesma fonte refira que, no final, a empresa se possa ficar pelo fabrico de apenas 50 milhões de unidades. Isto numa altura em que a Honor já é uma carta fora do baralho.

Recorde-se que a Huawei celebrou a venda da sua ex-subsidiária, a Honor. Dessa forma a Honor não fica abrangida pelas sanções dos Estados Unidos, e pode atuar a nível global, oferecendo aos consumidores a possibilidade de terem serviços da Google de maneira oficial nos seus equipamentos.

Recorde-se que, ainda durante a administração de Donald Trump, a Huawei foi proibida de negociar diretamente com empresas americanas. Tal levou a que perdesse o acesso aos serviços da Google, essenciais para a sua sobrevivência nos mercados globais. Com a chegada de Joe Biden à Casa Branca, este cenário não foi alterado.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.