Huawei continua a 'remar contra a maré' no mercado de smartphones

António Guimarães

A Huawei continua a contrariar as tendências do mercado mobile. Enquanto há várias marcas como Samsung e Apple a registar baixas nas receitas, a empresa chinesa regista exactamente o contrário.

Em 2018, a Huawei teve um crescimento em receitas de 19.5%, atingindo mil milhões de dólares em lucro. É claro que este crescimento está bastante localizado na China.

cfvfgfskgjl

O departamento mobile da Huawei é o que traz mais receitas à empresa, representando mais de metade dos lucros globais da empresa. A Huawei além de smartphones também é uma gigante de infraestruturas.

O mercado de smartphones abrandou mas a Huawei não

Em relação ao seu negócio de telecomunicações, a Huawei registou uma ligeira baixa de 1.3% na sequência da sua controvérsia com os Estados Unidos. Mesmo assim estamos a falar de uma queda muito pequena.

A Austrália entretanto já seguiu as passadas os Estados Unidos e baniu os serviços da Huawei. Rumores indicam que o Reino Unido faça o mesmo mas nada está confirmado para já.

Ainda hoje o 'chairman' da Huawei Guo Ping fez uma afirmação arrojada sobre a relação Huawei/Estados Unidos. O mesmo indica que o país tem uma atitude perdedora e que querem sujar o nome da empresa porque não conseguem competir com ela.

p30 prro

A verdade é que neste momento, globalmente falando, a competição tem sido feroz entre as 3 maiores fabricantes de smartphones do mundo. São elas a Samsung, Huawei e a Apple, sem excepção.

A Apple, no entanto, está a perder terreno com vendas de iPhones estagnadas, recorrendo agora a serviços para gerar receitas. A Huawei ultrapassou a Apple em 2018 e tornou-se a segunda maior fabricante de smartphones do mundo.

Parece que a 'guerra' irá resumir-se a duas grandes rivais: Huawei e Samsung. Contudo, na China, não há dúvida que a Huawei domine completamente esse mercado com as séries P e Mate.

Editores 4gnews recomendam:

9 jogos Premium agora grátis na Google Play Store!

Software da Huawei possui problemas de segurança por natureza

Facebook quer colocar mais restrições para transmissões em direto

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.