Huawei admite licenciar tecnologia 5G a empresas americanas

Bruno Coelho
1 comentário

As palavras são do CEO e fundador da Huawei. Numa entrevista ao The New York Times, Ren Zhengfei admitiu que a empresa está aberta à ideia de licenciar a sua tecnologia de 5G a empresas americanas.

A Huawei foi apanhada no meio de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China. Estas declarações abrem agora a possibilidade de os Estados Unidos entrarem na corrida pelo 5G.

Ren Zhengfei
Ren Zhengfei, CEO da Huawei

Ren afirma que a Huawei “está aberta a partilhar as suas tecnologias e técnicas 5G com as empresas americanas, para que estas possam construir a sua própria indústria”. A ideia é criar uma “situação de balanço entre China, Estados Unidos e Europa”.

O CEO da Huawei afirma que as empresas americanas teriam a possibilidade de modificar o código de software existente nos seus equipamentos 5G para que se adaptasse às suas necessidades.

Acordo seria válido globalmente, menos na China

É bom ter em conta que um acordo deste género, daria às empresas americanas a possibilidade de venderem equipamento 5G com base na propriedade intelectual da Huawei. O acordo seria válido para qualquer parte do mundo, menos na China.

Neste momento não existe qualquer equipamento 5G com base nos Estados Unidos. As redes 5G da Huawei estão banidas dos Estados Unidos, pelas conhecidas preocupações de Trump quanto à espionagem.

Ainda que estas pareçam grandes notícias (e são), será necessário que o governo chinês as aprove. Resta saber se o executivo de Xi Jinping está disposto a colocar esta tecnologia nas mãos dos Estados Unidos.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.