Huawei a ultrapassar Android e Apple? “Só daqui a 300 anos”, diz fundador

Bruno Coelho
Comentar

Em entrevista à revista chinesa Dragon, o fundador da Huawei fez uma declaração bastante interessante. Para o executivo, só daqui a 300 anos será possível o sistema operativo próprio da marca ultrapassar os rivais Android e iOS.

“Os sistemas operativos da Google e Apple têm grandes vendas devido ao hábito que os consumidores criaram junto destes. A Huawei chega tarde, pelo que será muito difícil ultrapassar estes sistemas operativos”, afirma Ren Zhengfei.

Estas declarações surgem numa altura em que a situação da Huawei a nível global não é a mais favorável. A empresa foi ultrapassada em vendas pela Apple e pela Xiaomi, quase um ano depois do banimento por parte dos Estados Unidos. Mesma na China, os últimos dados já colocam a fabricante em terceiro lugar.

A empresa acabou por ficar no meio entre a guerra comercial que divide Estados Unidos e China, e perdeu acesso aos tão essenciais serviços da Google nos seus smartphones.

Isto faz com que seja difícil para a empresa competir sem apps que muitos consideram essenciais, como o Youtube ou o Google Maps. A empresa trabalha no HarmonyOS, o seu sistema operativo, mas para o fundador levará imenso tempo até que este se possa afirmar.

Zhengfei reiteira que os Estados Unidos continuam a ser um “bom amigo” da marca, voltando a mostrar a vontade de voltar a abraçar os serviços da Google, e os vários componentes americanos. Enquanto tal não se verificar, não há dúvida que os números apresentados não devem fugir à realidade.

Editores 4gnews recomendam:

  • Huawei nem na China consegue dominar! Rivais surpreendem e ficam com a prata e ouro
  • Smartphones da Huawei terão aceso à ferramenta da Google para localizar doentes Covid-19
  • Huawei prepara um novo Mate para o próximo mês! E não é o Huawei Mate 40
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt