htc10

A HTC não tem tido vida fácil no mercado mobile nos últimos tempos. No entanto, contrariamente ao que muitos poderiam pensar, a marca veio anunciar que não estará pronta a desistir. Após a apresentação do HTC 10 evo (versão internacional do HTC Bolt), a fabricante de Taiwan estará já a trabalhar no topo de gama que virá não só substituir o HTC 10, mas também virá carregado de crença numa boa recuperação no que toca ao mercado, sendo este próximo dispositivo o HTC 11.

Ver também: Passado e Futuro: como será 2017 para o Apple iPhone

   

Assim, e como é costume, rumores começam a surgir sobre o terminal, sendo que estes se tratam de rumores bastante pormenorizados. A fonte indica que o próximo flagship HTC virá com um ecrã 5.5 polegadas sem bordas laterais, com uma resolução 1440 x 2560 (Quad HD). Equipado neste terminal estará ainda o próximo processador topo de gama da Qualcomm, o Snapdragon 835 com um CPU de oito núcleos e o GPU Adreno 540.

11

Se até aqui o dispositivo já desperta a curiosidade, é ainda indicado que o HTC 11 trará consigo 8GB de RAM para múltiplas tarefas sem fazer o dispositivo “suar”, e 256GB de memória interna, pelo que espaço nunca deverá ser um problema. Durabilidade também não será um problema com a HTC a incluir (alegadamente) uma bateria de 3700 mAh, sendo que o Quick Charge 4.0 conseguirá carregar a mesma 20% mais rápido que a sua versão 3.0.

Por último, espera-se que o HTC 11 seja apresentado durante o próximo ano e venha a correr de fábrica com o Android 7.0 Nougat com a interface própria da HTC, a Sense 8 UI. Isto serão, como indicamos, rumores, pelo que aconselhamos a ter em consideração que estas especificações poderão ser diferentes no produto final, especialmente no que toca ao design revelado pela imagem.

Talvez queiras ver:
Aproveita os descontos de Natal em tecnologia durante este fim-de-semana 
8 Boas razões para comprar o Vernee Apollo
Novo rumor volta a afirmar a existência de iPhone 7s e um ecrã OLED apenas no iPhone 8

 

ViaPhone Arena
FonteTimes News
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.