Honor vai desafiar a Huawei com o seu primeiro smartphone dobrável

Carlos Oliveira
Comentar

A separação da Honor e da Huawei foi particularmente benéfica para a primeira. Deste modo, a marca viu-se livre das sanções impostas pelos EUA à gigante chinesa e isso permitiu-lhe reconquistar relevância do mercado tecnológico.

A próxima grande aposta da Honor no mercado mobile passará pelo nicho dos smartphones dobráveis. O seu primeiro dispositivo está prestes a chegar e, ao que tudo indica, será inspirado num dos modelos da sua antiga casa mãe.

Dobrável da Honor será semelhante ao Huawei Mate X2

Foi através de uma publicação na rede social chinesa Weibo que se ficou a saber alguns detalhes do novo smartphone. Aí, foi referido que o Honor Magic X será muito parecido com o Huawei Mate X2.

Huawei Mate X2
Este é o Huawei Mate X2

Honor Magic X parece ser a nomenclatura estabelecida pela marca para o seu primeiro equipamento dobrável. Quanto à sua filosofia, será um dispositivo que dobra para dentro como a maioria dos seus pares.

Em Portugal encontramos essa filosofia de dobrável na linha Galaxy Fold da Samsung. Contará com um ecrã exterior para uma interação simples e rápida, mas o seu principal trunfo estará no grande ecrã interior.

Relativamente ao seu lançamento, a fonte afirma que o Honor Magic X será revelado ainda em 2021. Em rigor, a fonte adianta que este equipamento será apresentado ao mercado no último trimestre deste ano.

Isso indica que a Honor resolveu finalmente todas as questões ligadas ao desenvolvimento e comercialização do seu produto. Importa relembrar que se especulou que o Magic X poderia ser apresentado ainda em 2020.

Além do seu design e calendário de apresentação, não há muito mais que se saiba acerca do primeiro dobrável da Honor. A marca está em expansão nos mercados internacionais, por isso, é possível que este equipamento chegue também à Europa.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.