iphone_5

Um homem morreu depois de deixar o seu iPhone a carregar durante a noite.

Marek Kruger, 53 anos, morreu em agosto do ano passado devido à inalação de fumo. A bateria do seu iPhone 5, quando estava a carregar, sobreaqueceu e causou um incêndio. O telemóvel estava pousado nos lençóis e facilmente propagou o incêndio por toda a cama. Kruger sofreu queimaduras de primeiro grau no rosto e na parte superior do tórax, e foram encontrados resíduos de carbono na laringe e traqueia.

   

Vê também: E assim está a construção do Apple Campus 2iphone 5 on fire - 4gnews.ptO inquérito sobre esta morte foi realizado no Reading Town Hall e, como esperado, declarou que “a principal causa de morte foi a inalação de dióxido de carbono”.

Da próxima vez que carregares o teu telemóvel (durante a noite), lembra-te em não deixá-lo junto dos teus lençóis uma vez que quando dormimos, não estamos cientes do que nos rodeia e, portanto, há uma pequeníssima hipótese do futuro te traçar um incidente semelhante a este. Presta também atenção aos carregadores de “menos confiança” ou ao cabo do carregador que possa estar, eventualmente, degradado.

Talvez queiras ver:

Viatheladbible
Estudante de Direito e amante de tecnologia. Tudo o que é inovador na vida atrai-me (menos comida muito "fora do normal"). No meio tecnológico, aprecio particularmente smartphones, computadores e automóveis. Integrar a equipa da 4gnews começou por ser um desafio pessoal e agora é um orgulho coletivo.