crow gif
Provavelmente este é um dispositivo que não se importaria de ter, por isso, estamos aqui a divulgar mais um crowfunding. Desta vez os criadores da Hemingwrite lançaram uma campanha no Kickstarter, no intuito de angariar fundos para passar de uma ideia a uma realidade.

O objectivo é lançá-la em Setembro de 2015, é verdade que ainda falta algum tempo, mas provavelmente poderá gostar em ajudá-los, para isso pode aceder à página oficial Kickstarter para mais detalhes. Até agora, conseguiram obter cerca de 200.000 dólares numa meta de 250.000 e isto em 43 dias.

À primeira vista, pode parecer um passo atrás no caminho da inovação, um híbrido do ponto de vista da tecnologia, mas esse é o seu objectivo, combinar a conveniência de métodos modernos de escrita com um design retro. Além do nome escolhido, em homenagem ao escritor norte americano, fazendo uma referência explícita à passado.
O resultado foi uma máquina de escrever típica dos anos 80 e 90, que segue o design sólido mas simples do período, reproduzindo o som da batida das teclas.

   

Mas a tecnologia está lá, a Hemingwrite,  tem um ecrã E-ink de 6 polegadas, utilizado em vários dispositivos como nos e-books, que permite que escreva em todas as condições de iluminação, dentro e fora de casa. Hemingwrite tem uma bateria interna projectada para durar até seis semanas, graças a uma tecnologia de baixo consumo. E o mais importante com a Hemingwrite pode-se ligar à internet através do Wi-Fi, mas apenas para salvar os seus documentos aí criados. Permitindo que sincronize a memória interna do aparelho com os serviços mais populares tais como Evernote, Dropbox, iCloud, OneDrive ou Google Docs, portanto em constante backup tudo permanecendo na “nuvem digital”.

A Hemingwrite pode ser adquirida por 349 dólares e tem previsão de entrega para Setembro de 2015. Os criadores do dispositivo esperam ainda que o valor suba para 499 dólares aquando da comercialização.

Talvez queiras ver:

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Façam-nos crescer com a vossa participação, nas nossas publicações do site e redes sociais. Partilhem e comentem, ajudem a crescer a tecnologia falada em português e com este espírito de equipe.