HarmonyOS: alternativa ao Android chega a 2 de junho pela mão da Huawei

Rui Bacelar
Comentar

A nova plataforma da Huawei poderá estar presente em múltiplos dispositivos desde os gadgets IoT, aos smartphones, computadores e televisões. Face à manutenção das restrições impostas pelos Estados Unidos da América, a Huawei continua numa posição débil.

Querendo, portanto, fintar estes entraves à sua operação, a fabricante chinesa apresentará a plataforma HarmonyOS a 2 de junho. O evento marcará a desvinculação definitiva da Huawei perante os serviços e sistema operativo da Google, o Android.

HarmonyOS será a alternativa da Huawei ao Android

HarmonyOS Huawei

Ainda que as primeiras versões de testes e preview sugerissem que o HarmonyOS mais não era que uma skin do Android 10 e da EMUI com algumas mudanças, agora poderemos conhecer um novo sistema operativo propriamente dito, pleno e independente.

Sabemos que a Huawei tem desenvolvido inúmeros esforços e canalizado muito tempo e recursos para o desenvolvimento de uma alternativa ao Android, apelidada de HarmonyOS. O que inicialmente parecia um rumor descabido é, em 2021, uma realidade.

Vimos, a propósito, uma versão inicial, para programadores na China a ser divulgada e estudada nos últimos meses. Era, então, uma versão rudimentar com diversos pontos de contacto com o Android 10, mas terá, entretanto, adquirido identidade própria.

Com efeito, a Huawei estará finalmente pronta para revelar o seu HarmonyOS como alternativa ao Android da Google. Será, sobretudo, a plataforma usada nos seus smartphones, tablets e demais dispositivos móveis, podendo unir todo o seu ecossistema.

O novo sistema operativo da Huawei será apresentado a 2 de junho

A fabricante chinesa divulgou a data de apresentação através da rede social chinesa Weibo, pelo perfil criado para o HarmonyOS. Aí, ficamos a saber que o anúncio terá lugar na China no dia 2 de junho às 20:00h de Lisboa com transmissão em direto.

Importa frisar que o vídeo acima foi divulgado pela própria empresa no YouTube, dando entender que a abrangência das novidades será considerável. Note-se, por exemplo, que o YouTube e demais serviços Google estão bloqueados na China. Desse modo, a publicação do teaser nesta plataforma revela as ambições globais da Huawei com a sua nova plataforma.

Contamos assim com um novo sistema operativo propriamente dito. Isto após termos visto as primeiras impressões pela ArsTechnica que se revelaram uma desilusão. Agora, contudo, o sistema estará mais trabalhado e capaz.

Ren Zhengfei insta a empresa a tornar-se numa referência mundial de software

Huawei Ren Zhengfei
Ren Zhengfei, fundador da tecnológica Hawei.

Através de uma missiva interna a que a agência Reuters teve acesso, Ren Zhengfei insta a empresa a tornar-se numa referência global no software. O fundador da tecnológica quer ver a sua empresa a tomar um novo rumo e a focar-se nesta vertente.

Esperamos assim que o HarmonyOS seja mais que uma nova máscara para o Android. Note-se ainda que a Huawei fez saber que esta plataforma será capaz de criar uma ligação simples e eficaz entre os diversos dispositivos em que está presente.

Tome-se, por exemplo, uma Smart TV com HarmonyOS a servir de monitor para uma videochamada efetuada pelo smartphone Huawei. Ou a utilização desse smartphone como uma webcam para esse mesmo fim, entre outras aplicações.

A Huawei promete ainda uma maior velocidade na transferência de dados com o HarmonyOS, uma compatibilidade entre dispositivos mais forte e interface (UI) adaptável.

Será assim uma questão de tempo até vermos os primeiros smartphones Huawei a chegar ao mercado com o HarmonyOS. A gama Huawei P50, por anunciar, está entre os potenciais candidatos.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.