Vídeo de hands on do Galaxy Fold mostra vinco no ecrã

António Guimarães

Foi lançado um vídeo do Galaxy Fold que não é da Samsung nem está protegido numa caixa de vidro. A fonte é supostamente de um serviço de desbloqueio de telemóveis no Vietnam.

Durante pouco mais de 2 minutos conseguimos ver o smartphone dobrável a ser manuseado de forma mais casual. Assim sendo, conseguimos ter uma noção melhor do comportamento do Galaxy Fold no uso diário.

Contudo, há um detalhe que salta à vista e é impossível não mencionar. O Galaxy Fold tem um vinco bastante óbvio ao longo da sua dobra, mesmo quando completamente aberto.

Há umas semanas falámos das preocupações da Samsung sobre potenciais vincos no ecrã após cerca de 100 mil dobras. No entanto, a unidade que vemos no vídeo só pode ser nova em folha visto que o equipamento nem sequer está disponível para o público.

Se este for o Galaxy Fold final, a Samsung está em apuros

É sempre possível argumentar que pode não ser uma versão final ou um protótipo para testes mas as provas estão contra a Samsung. É muito provável que o Galaxy Fold seja vendido a 1980 dólares com um vinco no ecrã.

Infelizmente, é uma consequência física de ter um ecrã dobrável, não há como dar a volta. Talvez seja por esta razão que a Samsung continua a ser bastante oculta em mostrar o Galaxy Fold ao público fora de situações controladas.

É óbvio que não podemos saltar já para conclusões finais sobre o smartphone dobrável sul-coreano. No entanto podemos comparar facilmente com a concorrência. O Mate X da Huawei optou por um design diferente mas muito mais funcional, dentro do contexto dos dobráveis.

Quando olhamos para o Mate X, conseguimos perceber a secção onde ele dobra devido a ligeiros reflexos no ecrã mas não existem vincos. Além disso, o formato da dobra interior é muito mais funcional e visualmente apelativo.

Assim sendo, o que significa isto para a indústria dos smartphones dobráveis? Há quem argumente que a tecnologia ainda não chegou ao ponto de fazer sentido no mercado e equipamentos como o Galaxy Fold só ajudam a suportar essa opinião.

Conforme já mencionado, temos de dar o benefício da dúvida à Samsung pois o produto final ainda não foi lançado. No entanto, não acredito que vá ser muito diferente do que estamos a ver no vídeo.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.