GTA 5 e outros jogos violentos podem ser banidos nos EUA

Rui Bacelar
Comentar

O GTA 5 é um dos jogos que pode ser banido nos Estados Unidos da América, mais concretamente no Estado de Illinois. Em causa está o escalar da violência, roubo e desmantelamento de carros em cidades como Chicago, motivando uma nova proposta legislativa.

"Do mesmo modo que não temos jogos sobre a escravatura, não temos jogos anti-semíticos, não temos jogos sobre lutas de cães. Portanto, temos já alguma censura no setor dos jogos, temos é que saber definir quais os temas proibidos", aponta Marcus C. Evans, Jr, o proponente da "Bill HB3531" à Assembleia Geral do Estado do Illinois.

O GTA é o exemplo paradigmático de jogo violento

Illinois State Representative, @Repevans33, discusses his efforts to have all violent video games banned in the state as carjackings and other violent crimes continue to rise. pic.twitter.com/WpZtERgvb8

— Cheddar🧀 (@cheddar) 2 de março de 2021

A sinopse da proposta normativa aponta amendas à legislação vigente sobre a violência nos videojogos datada de 2012, pretendendo agora implementar restrições à venda ou aluguer de jogos com conteúdo violento para menores. Entre as alterações propostas está a própria definição de "jogo violento" que pode passar a significar "jogos que permitam o utilizador ou jogador controlar um personagem no jogo que é encorajado a perpetrar violência noutro ser humano, ou animal".

Mais ainda, na sinopse da proposta normativa pode ser-se que também a definição de " (...)risco grave de ofensa à integridade física" passa a configurar violência psicológica e abuso de menores, abuso de animais, violência doméstica, violência contra mulheres, ou furto e roubo de veículos automóveis (...)". O GTA 5 é um dos jogos que encaixam plenamente na previsão normativa.

A proposta normativa foi avançada pelo democrata Marcus C. Evans, Jr. como resposta ao escalar de violência e roubo de carros na cidade de Chicago. O possível bloqueio a jogos como o GTA 5 poderá, na sua ótica, deixar de glorificar este tipo de práticas.

A escalada de violência e roubo de carros motivou esta proposta legal

Should We Ban Violent Video Games? A Conversation With State Representative Marcus Evans Jr - The Nerf Reporthttps://t.co/LLmbDd50X3 pic.twitter.com/rQFKgcXcyc

— The Nerf Report (@thenerfreport) 3 de março de 2021

Reconhecendo que a problemática vai muito além dos videojogos, o Grand Theft Auto V foi ainda assim citado como exemplo de jogo popular e de cariz violento. Evans acredita que ao banir as vendas destes jogos a menores, a influência dos mesmos na psique jovem pode ser moderada e parcialmente contida.

O próprio representante democrata admite ser um jogador ávido, reconhecendo os benefícios dos videojogos em diversas temáticas, além da forte comunidade gaming. Por outro lado, aponta que existem temáticas que não devem ser exploradas nestes formatos, como a violência desenfreada em jogos acessíveis a crianças e menores.

"Não quero visar ou banir um jogo em particular", apontou Evans. "O objetivo desta proposta é banir jogos violentos, não apenas um porque atualmente muitos jogos contêm conteúdo violento. Este é o objetivo da proposta. Despertar o debate sobre o tema e motivar o questionamento sobre o impacto destes jogos nos comportamentos violentes a que temos assistido em Chicago.", acrescenta o representante do Partido Democrata norte-americano.

O GTA 5 é um dos jogos mais populares e chegará à PS5 e XSX

Hey @Repevans33 I played GTA5 today and guess what? I didn't rob any casinos. Just FYI.

— xPrincessDoomx (@xPrincessDoomx) 27 de fevereiro de 2021

O jogo já vendeu mais de 140 milhões de cópias e chegará muito em breve às consolas de nova geração. Aliás, é um dos títulos mais aguardados para a PlayStation 5 (PS5), bem como para as novas consolas da Microsoft, as Xbox Series X e S.

A chegada está prevista para o terceiro a quarto trimestres de 2021.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.