Google Stadia: latência pode ser o seu ponto fraco

António Guimarães

Recentemente, uma fonte na PCGamer relatou a sua experiência com o novo serviço Google Stadia. Este é o serviço de subscrição de jogos da Google que promete revolucionar o mercado.

O teste foi feito no evento de apresentação onde estava disponível um sistema Stadia para demo. O sistema em teste correu num kit de desenvolvimento na nuvem configurado para simular diferentes ligações de internet.

googlw stadia

Basicamente os jogos correram a 1080p a 60fps numa ligação de apenas 20 megas. A Google não confirmou se o hardware disponível para testes era o mesmo apresentado.

Latência e input lag foram os 'únicos' problemas

Segundo a PCGamer, um jogo como o Assassin's Creedy Odyssey corre bem na Stadia, embora com gráficos não tão impressionantes como as definições Ultra num PC normal.

Isso é perfeitamente aceitável pois estamos a fazer stream de um jogo. Latência foi ligeiramente notável mas como se trata de um jogo com várias animações e jogado num comando, mal se nota.

O problema foi jogar um título FPS como o Doom, onde a latência foi notória, atingindo cerca de 200ms. A acção rápida do jogo foi demais para o Google Stadia aparentemente.

Isto coloca um grande cepticismo na capacidade deste sistema de aguentar transmissões de jogos online com vários jogadores. Na apresentação inclusive foram realçadas as possibilidades do público jogar juntamente com os seus streamers.

Afinal, quanto vai custar?

Até que a Google providencie um preço ou plano para o Stadia, não saberemos se realmente vale a pena. Há quem diga que bastará comprar os jogos de forma normal e usufruir deles na plataforma mas onde está o lucro para a Google com esse sistema?

Acredito que será através de uma subscrição mensal como tem sido a 'moda' ultimamente. Isso coloca outra dificuldade para as proprietárias dos jogos pois poderão perder dinheiro se os jogadores optarem por pagar uma subscrição da Stadia em vez de comprar o jogo ao preço total.

stadia gameplay

Seja como for, estes problemas de latência acontecerem uma unidade de testes no evento de lançamento. Não podemos assumir que irá refletir o produto final.

Contudo, espero que a Google lance o Stadia com alguma espécie de período experimental. Afinal, eu certamente não gostaria de pagar uma mensalidade e descobrir que afinal o serviço não funciona como deve ser.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.