Google Play Store: apps maliciosas tiveram mais de 300 milhões de downloads em setembro

António Guimarães
Comentar

O investigador de malware Lukas Stefanko publicou um relatório sobre apps na Google Play Store. Esse relatório indica-nos que durante o mês de setembro, um total de 172 aplicações maliciosas foram encontradas. No total, as apps tiveram 335 milhões de downloads, antes de serem completamente removidas da loja de aplicações.

Os 'esquemas' mais utilizados são Adware e subscrição

Stefanko publicou no seu relatório uma lista do tipo de aplicação maliciosa, o número de apps do género existentes e o número de instalações. Com estes dados conseguimos perceber que os perigos principais nestas apps são Adware e esquemas de subscrição.

google play store

Adware designa um programa que abra uma quantidade enorme de anúncios sem permissão do utilizador. É o tipo de app maliciosa mais popular pois é muitas vezes é considerado inofensivo pelo Google Play Protect, visto que todas as apps podem correr anúncios. Existem também as apps que correm anúncios no background.

Em relação às subscrições, estas são apps que fazem subscrições a serviços pagos sem permissão do utilizador. Isto pode acontecer através de campos de preenchimento falsos ou mesmo controlando o equipamento em questão.

De resto, outras apps como roubo de dados financeiros ou antívirus falsos são muito menos frequentes. Isto porque são esquemas óbvios, fáceis de identificar e que a Google Play Store remove quase de imediato.

Google Play Protect é o sistema de protecção da loja

Podemos facilmente apontar o dedo à Google sobre estes números mas a verdade é que a Play Store tem vindo a ficar mais segura, ao longo dos anos. Com a introdução do Google Play Protect, são cerca de 50 mil milhões de apps analisadas todos os dias por segurança.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.