Google Play: programadores já receberam mais de 80 mil milhões de dólares

António Guimarães
Comentar

Para programadores que criam aplicações, a loja menos dispendiosa é a Google Play Store devido ao seu pagamento único de 25€, além de toda a panóplia de ferramentas de suporte. Nesse sentido, um dos vice-presidentes da Google, Hiroshi Lockheimer publicou no Twitter a informar que até à data, programadores já ganharam mais de 80 mil milhões de dólares.

Today, @sundarpichai shared that developers around the world (excl. China) have earned more than $80 billion to date on @GooglePlay. Our platform can’t succeed without the help of our developer ecosystem, so a huge thank you for all you do!

— Hiroshi Lockheimer (@lockheimer) 4 de fevereiro de 2020

Lockheimer fez esta publicação através do CEO Sundar Pichai, que revelou os grandes números. Estes valores provém de receitas de anúncios e compras dentro das aplicações. Escusado será dizer que Lockheimer agradeceu aos programadores pelo sucesso do ecossistema Google Play Store. Contudo, os números empalidecem em comparação à Apple.

Apple já pagou mais de 100 mil milhões de dólares

Em 2018, durante o evento WWDC, a Apple revelou que os programadores na App Store já tinham arrecadado mais de 100 mil milhões de dólares em receitas. Este número representou também um crescimento em relação a 2017, onde as receitas de programadores atingiram os 70 mil milhões de dólares.

Assim sendo, podemos concluir que apesar de ser mais fácil programar para a Google Play Store, é mais rentável criar aplicações para a Apple App Store. A margem de lucro é claramente maior do que a da Google, embora a loja de aplicações da Apple seja mais restrita nos seus critérios.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.