Google Pixel 5a ainda não é oficial, e primeiras imagens já desiludem

Bruno Coelho
Comentar

O Google Pixel 5a até pode estar ainda a alguns meses de distância de chegar ao mercado. Mas o credível leaker Steve Hemmerstoffer (@OnLeaks) partillhou imagens que afirma serem do próximo smartphone barato da Google.

Estas renderizações foram partilhadas pela fonte na plataforma Voice e mostram que, a confirmar-se o design, o Google Pixel 5a pode desiludir quem esperava uma renovação da linha. Isto porque as diferenças face ao seu antecessor parecem ser praticamente nulas.

Este é o alegado design do Google Pixel 5a. Crédito: Steve Hemmerstoffer

Esta fonte afirma que o futuro gama-média da Google chegará ao mercado com um ecrã AMOLED plano de 6.2” polegadas com resolução FullHD+. À semelhança do antecessor, a câmara frontal mantém-se num punch-hole no canto superior esquerdo.

Na parte de trás do equipamento é impossível não notar as semelhanças face ao modelo atual. A julgar pelas imagens, teremos o salto para dois sensores para já desconhecidos. Contudo, é expectável que o segundo seja um PDAF (Phase Detection AutoFocus).

Este é o alegado design do Google Pixel 5a. Crédito: Steve Hemmerstoffer

Outros pormenores do smartphone são descritos pela fonte. Ao que é indicado, este vai manter a aposta na entrada de jack 3.5mm, e poderemos contar igualmente com altifalantes estéreo. Mesmo com um provável painel AMOLED, o sensor de impressões digitais mantém-se na parte de trás.

Até confirmação oficial da Google, deves olhar para estas imagens com "uma pitada de sal". Mas é bom ter em conta a credibilidade desta fonte, e o seu histórico de sucesso fala por si. Em 2020 o Pixel 4a saiu apenas em agosto, mas o modelo anterior foi lançado em maio.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Redmi K40 Pro: a super-bateria que faltava para completar o quadro
  • Xiaomi Mi 10 Ultra que se cuide: este smartphone vem para lhe tirar o trono
  • OPPO Find X3 têm data de apresentação e lançamento reveladas!
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.