Google Pixel 4 e Pixel 4 XL são oficiais! Conhece os novos "Android Puro"

Filipe Alves
2 comentários

Chegou a hora de conhecermos o novo Google Pixel 4 e Pixel 4 XL. Os novos smartphones da Google são "puro sangue" Android. Ou seja, é o smartphone com o sistema Android mais puro que poderás ter no bolso.

Assim sendo, estes novos Google Pixel primam pelo seu Interface, câmaras e pequenas características que os querem fazer diferentes. A qualidade de construção está lá e a assistente é mais capaz do que nunca. Este é um dos objetivos da Google que ao longo dos anos tem conseguido melhorar.

Google Pixel 4

Google Pixel 4 especificações

  • Ecrã: 5.7" polegadas P-OLED FullHD+ 90Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 855
  • Memória RAM: 6GB
  • Memória interna: 64GB / 128GB
  • Expansão via MicroSD: Não
  • Dual-SIM: com e-SIM
  • Bateria: 2800 mAh
  • Carregamento rápido: Sim. 18W
  • Carregamento sem fios: Sim
  • Câmaras principais: 12MP + 16MP
  • Câmaras frontais: 8MP + ToF
  • Sistema: Android 10
  • Extras: resistência a água e poeiras IP68, colunas stereo,
  • Cores: Branco, preto, colar, laranja

It’s finally here. #pixel4 - a phone made the Google way. #madebygoogle pic.twitter.com/H2kAXQSrFj

— Made by Google (@madebygoogle) 15 de outubro de 2019

Google Pixel 4 XL especificações

  • Ecrã: 6.3" polegadas P-OLED QHD+ 90Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 855
  • Memória RAM: 6GB / 8GB
  • Memória interna: 128GB / 256GB
  • Expansão via MicroSD: Não
  • Dual-SIM: com e-SIM
  • Bateria: 3700 mAh
  • Carregamento rápido: Sim. 18W
  • Carregamento sem fios: Sim
  • Câmaras principais: 12MP + 16MP
  • Câmaras frontais: 8MP + ToF
  • Sistema: Android 10
  • Extras: resistência a água e poeiras IP68, colunas stereo,
  • Cores: Branco, preto, colar, laranja

Preços do Google Pixel 4 e Pixel 4 XL

Google Pixel 4 Preço

Os valores são convidativos, porém, temos de perceber que são preços de topo de gama. Ou seja, a Google não entrou no mercado para ser agressiva nos preços como fazia com os Nexus. Em vez disso, temos um terminais que vão competir com os da Apple e Samsung de forma direta nos valores.

  • Pixel 4 : começa nos 799$ (provavelmente 799€)
  • Pixel 4 XL: 899$ (provavelmente 899€)

Gestos questionáveis

A Google trouxe ainda novos "Air Gestures" ou Motion sense, como a fabricante lhe chama, ao Google Pixel 4. Basicamente, esta é a tecnologia que foi usada nos Galaxy S4 para controlar o smartphone sem lhe tocar. Passas a mão por cima do smartphone e algo acontece. Pessoalmente não me parece que esta seja uma funcionalidade muito esperada. É algo gimmick que não entendo muito bem o seu propósito no quotidiano. O falhando da mesma tecnologia no Galaxy S4 prova isso mesmo.

Uma câmara formidável

A Google é das empresas que mais transpira qualidade de fotografia. Agora com duas lentes, os Google Pixel 4 merecem destaque. Não temos uma lente grande angular, porém, a Google acredita que uma telefoto é mais importante.

A empresa trabalhou bastante no software da câmara para nos dar ainda mais qualidade e tenho de admitir que estou curioso se conseguirá surpreender. As promessas da apresentação são muitas, principalmente com a qualidade das cores e com fotografias em modo noturno.

Para quem são desenhados os novos Google Pixel 4

Google Pixel 4

Podemos perceber que a Google não se dedicou muito tempo ao design dos terminais. Como é normal, os Google Pixel 4 não transpiram beleza. Ainda assim, estes smartphones são os perfeitos companheiros dos amantes Android.

O Google Pixel (primeiro modelo) foi o meu último Android antes de embarcar à boleia da Apple e tenho de admitir que ter esse smartphone como o meu equipamento diário fez-me mudar o pensamento. Ou seja, só voltarei ao mundo Android quando so fabricantes fizerem um sistema tão bom como esse. Neste momento temos apenas dois fabricantes a elaborar tal trabalho. A Google, com os Pixel, e os smartphones da OnePlus.

Editores 4gnews recomendam:

2 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.