Google Lens prepara duas novidades que vais garantidamente gostar!

Filipe Alves
1 comentário

A nova atualização do Google Lens fará desta aplicação ainda melhor. Segundo as mais recentes informações do XDA-Developers, a Google está a trabalhar numa forma da sua aplicação resolver cálculos matemáticos e identificar locais quando apontas a câmara.

Esta novidade ainda não tem data de chegada, contudo, já está temporariamente exposta numa versão beta que o XDA deve acesso. Assim sendo, vamos perceber como funcionam.

Google Lens fará cálculos matemáticos

Google Lens novidade aplicação

Ao apontar a câmara para um simples 5+5, o Google Lens conseguirá elaborar o cálculo e dar a resposta ao utilizador. Claro que se espera que os cálculos venham a ser mais complexos que estes 5+5.

Não sabemos até que ponto é que o Google Lens conseguirá resolver complexas equações, contudo, se há uma empresa capaz de o fazer, é a Google.

Google Lens vai identificar locais históricos

Google Lens vai identificar locais históricos

A mais recente novidade promete ainda que a aplicação consiga identificar com mais pormenor locais. Ou seja, imagina que apontar a câmara para o Castelo de Guimarães e terás a sua identificação e resumo da sua história. Ou seja, perfeito para ser um guia turístico numa viagem de férias (esperemos que em breve).

Quando teremos as novidades no Google Lens

Google Lens

Como referi, esta versão ainda está em fase beta, contudo, é de esperar que as características não demorem muito até chegar a todos os utilizadores.

Para já, podes sempre instalar a aplicação e ver o quão fantástica ela é. A aplicação é grátis para Android e uma das melhores que podes ter no teu smartphone. Podes até não utilizar a App todos os dias, contudo, conseguirá fascinar-te sempre que o faças.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.