Google Hire é o próximo serviço a ir para o famoso 'Cemitério da Google'

António Guimarães
Comentar

A Google vai acabar com o seu serviço Google Hire dentro de um ano, no dia 1 de setembro de 2020. Esta decisão foi tomada pela empresa de Mountain View com a explicação generalista de que "estão a focar os seus recursos noutros serviços".

Google Hire é uma ferramenta de recrutamento para pequenas e médias empresas. A ferramenta pertence à plataforma de serviços personalizados G Suite. O Google Hire é um serviço bastante recente, tendo sido lançado há dois meros anos, em julho de 2017.

Utilizadores da plataforma continuarão a poder usufruir até ao seu término, em 2020. A Google afirmou ainda que o serviço não será mais faturado para clientes já existentes. A desativação do Hire pode também significar o fim para o Google for Jobs, uma ferramenta de filtro para procura de emprego.

Serviços desativos pela Google recentemente

  • Google+

  • Google Allo

  • Google Inbox

Durante março e abril deste ano, a rede social Google+ foi descontinuada e terminada. Após 8 anos de obscuridade e interacção medíocre, a tentativa falhada de concorrer com o Facebook foi eliminada.

Ao Google+ juntam-se ainda o Allo e Inbox. O Google Allo foi um serviço de mensagens de curta duração. A maioria dos utilizadores prefere Google Mensagens, Duo ou as concorrentes WhatsApp e Telegram.

O Google Inbox tinha o intuito de facilitar a utilização de várias contas de e-mail (Gmail, Outlook) num só dispositivo. Era possível agrupar e-mails semelhantes e ainda tinha integração com o antigo Google Now. Tal como os seus antecessores, não capturou o interesse de utilizadores suficientes para justificar a sua manutenção.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.