Google Glasses estão de volta? Google "rouba" possível fabricante dos Apple Glasses

Vitor Urbano
Comentar

A Google foi a primeira fabricante a apostar no desenvolvimento de óculos inteligentes, prometendo uma revolução que nunca acabou por chegar. Os Google Glasses prometiam uma experiência de utilização digna de um filme de ficção científica, sendo possível enviar mensagens, tirar/partilhar fotos, gravar vídeos, navegar mapas, assistir a vídeos e muito mais.

Mas, com um preço impossível de justificar para o produto final apresentado, acabaram por encerrar as vendas ao público, estando apenas disponível para empresas. Agora, depois de se começar a falar numa possível aposta da Apple, parece que a Google está pronta para dar uma segunda oportunidade aos Google Glasses.

Google Glasses North Focals

Google compra uma das possíveis fabricantes dos Apple Glasses

É importante realçar que numa fase em que nada está confirmado, a especulação de que a empresa North poderia vir a ser uma das fabricantes dos Apple Glasses nunca chegou a ser confirmada. Esses rumores tiveram início simplesmente porque os smart glasses Focals vão de encontro com a estratégia que a Apple deverá seguir com os Apple Glasses.

Com uma aquisição multi-milionária que ronda os 180 milhões de euros, a Alphabet Inc. finalizou a aquisição da North, que alegadamente estava a enfrentar algumas dificuldades financeiras. Ainda que não tenha sido confirmado, tudo indica que esta aquisição foi feita em "nome" da Google.

Até agora, a North tinha apenas comercializado um modelo de smart glasses, os Focals. No entanto, as vendas foram congeladas no final do ano passado, altura em que começaram a falar no lançamento dos Focals 2.0, que se apresentavam mais leves, ecrã 10x maior e com a tecnologia reduzida em até 40%.

North Focals

Focals 2.0 da North poderão transformar-se nos Google Glasses com que sempre sonhámos

Ainda que não ofereçam todas as funcionalidades prometidas pelos originais Google Glasses, os óculos inteligentes da North têm muito para oferecer, especialmente considerando que mantêm um aspeto tradicional. Um dos grandes problemas dos Google Glasses sempre foi o facto de que te faziam parecer um "super guerreiro" acabadinho de sair de um episódio do Dragon Ball.

Os Focals conseguem apresentar eventos no calendário, têm integração da Alexa (obviamente passará a ser a Google Assistant), navegação curva-a-curva, "chamar" um Uber e muito mais. O controlo da interface é feita através de um anel que oferece navegação em quatro direções.

Com a sua tecnologia refinada, maior ecrã e ainda mais discretos, é possível que a Google esteja finalmente no caminho certo para o lançamento de uns Google Glasses destinados ao utilizador comum. Além disso, julgando pelo preço praticado pela North nos Focals, é possível que chegue com um preço a baixo dos 500 euros.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.