Google está a censurar resultados de pesquisa na Rússia

António Guimarães

Parece que 2019 vai mesmo ser época de controvérsia no mundo tecnológico. Desta vez temos o motor de pesquisa mais utilizado do mundo a causar furor.

Através do diário de negócios Vedomosti, ficámos a saber que a Google tem removido certos resultados de pesquisa na Rússia.

A Google tem estado numa certa disputa com o país por falha em remover certos resultados. A Rússia pretende que o motor de busca faça certas adaptações.

A Google já foi multada pela Rússia por incumprimento dos pedidos

Nesse sentido, em Novembro de 2018, a Rússia aplicou uma multa de 7,500 dólares à empresa de Mountain View. Esta advertência foi causa porque a Google não cumpriu um pedido de remoção de resultados.

Em primeiro lugar, por volta da mesma altura em 2017, entraram em vigor regulamentos mais rígidos para motores de busca. Consistem em apagar resultados que levem a sites pertencentes à lista negra Russa.

Roskomnadzor é a reguladora de comunicações que tem gerido toda a situação. A mesma bane qualquer site que contenha informações em tópicos "sensíveis". Assuntos como abuso infantil, drogas e suicídio, por exemplo.

Adicionalmente, a reguladora bloqueou acesso a investigações por parte de activistas da oposição. A rede social LinkedIn e o Telegram também foram sujeitos a bloqueio.

A Google parece estar finalmente a agir

O motor de busca parece estar a colaborar, eliminando mais de 70% dos endereços na lista negra. A informação foi dada anonimamente pela Google e corroborada também de forma anónima por um representante do Roskomnadzor.

Na quinta-feira, um porta voz da reguladora russa afirmou que conseguiram chegar a um diálogo com a Google sobre esta filtragem de conteúdos.

A empresa de Mountain View afirma que 75% dos pedidos de eliminação de conteúdos vem da Rússia. Isto numa relatório pertinente de Janeiro a Julho de 2018.

Em suma, parece que os governos andam cada vez mais a pressionar as empresas de tecnologia. O Twitter e Facebook também andam a ser questionados por se recusarem a cumprir as leis de recolha de dados.

Editores 4gnews recomendam:

O Facebook não pede permissão…Pede desculpa! Mais polémica à vista?

Google Gmail bloqueia 100 milhões de emails de SPAM por dia! Como?

Smartphones “fraquinhos” vão ser mais seguros graças à Google!

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.