Google e Qualcomm unem-se para aumentar os anos de atualizações no Android

Carlos Oliveira
Comentar

O principal defeito que se pode apontar ao Android é a sua política de atualizações. Várias marcas são parcas neste capítulo, seja por agenda própria ou por limitações do hardware que utilizam.

Para tentar mudar este paradigma, a Google e a Qualcomm acabam de anunciar uma parceira que promete mudar o futuro das atualizações no Android. Estas prometem agora até quatro anos de atualizações do Android nos equipamentos com processadores Snapdragon.

Quatro grandes atualizações do Android serão agora possíveis

Atualmente, a maioria das construtoras Android oferecem apenas dois anos de grandes atualizações para os seus equipamentos. Na maioria das situações, isto reflete-se apenas nos seus topos de gama.

Android

Graças ao trabalho conjunto da Google e da Qualcomm, este período poderá ser dobrado. Ao reduzir os processos necessários para a implementação de uma nova atualização, as empresas americanas oferecem as bases necessárias para que se possam atingir os quatro anos de atualizações de sistema e de segurança.

Project Treble está na base desta excelente notícia

Sem entrar em grandes detalhes, a base para esta novidade provém do Project Treble, lançado há vários anos pela Google. Esta iniciativa visa reduzir as etapas inerentes à implementação de uma nova versão do seu software pelas variadas marcas.

Esta filosofia desceu agora até ao nível do hardware, o que facilita a tarefa da Qualcomm no suporte dos seus processadores. Tendo a Qualcomm melhores condições para suportar os seus processadores por mais anos, é sua esperança que o software lhe siga o exemplo.

A novidade aplica-se aos equipamentos com o Snapdragon 888 e posterior, portanto, está limitada aos topos de gama de 2021 em diante. O segmento intermediário, aquele que mais vende no mundo inteiro, será contemplado futuramente com as mesmas condições.

Marcas terão a última palavra nas atualizações do Android

Infelizmente para nós, utilizadores, continuamos reféns das políticas das marcas de smartphones. Serão estas quem continuarão a disponibilizar as atualizações do Android, portanto, caberá a elas a decisão final.

A Google e a Qualcomm manifestam a sua esperança de que as construtoras possam tirar proveito do seu esforço conjunto. Ficando estas com uma boa fatia do trabalho, esperam facilitar o trabalho às marcas e que isso traga frutos para os utilizadores.

Relativamente às construtoras, ainda nenhuma se pronunciou sobre o assunto. Esperemos que as consequências desta grande notícia cheguem brevemente ao mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.