Google e Facebook em sarilhos! Vão ter de pagar para exibir notícias

António Guimarães
2 comentários

A Austrália é o país mais recente a implementar uma medida que em nada agrada ao Google e Facebook. Através da comissão de competição e consumo do país, as empresas de tecnologia terão de pagar aos jornais locais para exibir as suas notícias.

O tesoureiro Josh Frydenberg afirma que "é justo que quem cria o conteúdo seja pago para tal". Frydenberg afirma ainda que sabe que as empresas não estão dispostas a pagar pelas notícias que são exibidas nas suas plataformas. Desta forma, foi necessário criar uma lei que as obrigue a tal.

No passado, a Espanha e a França também fizeram pedidos semelhantes ao Facebook e Google, através da plataforma Google Notícias. Este código de conduta não deixou a Google satisfeita, de todo.

fffgf

Google respondeu com insatisfação, mencionando o COVID-19

Numa entrevista ao Engadget, a Google afirma que está desiludida com a decisão da Austrália. Devido ao surto de COVID-19, as receitas de anúncios estão a cair, sendo que as plataformas de notícias deveriam trabalhar em conjunto com a Google, em vez de serem aplicadas estas sanções.

Google Notícias pode ser a próxima adição ao "Cemitério da Google"

Conforme mencionado, a plataforma Google Notícias fechou por completo em Espanha, aquando da decisão de pagar às fontes de notícias. O Google Notícias não foi reativado desde então, nem parece haver planos para tal.

Caso mais países comecem a adoptar esta medida, a Google poderá acabar por limitar o alcance do Google Notícias, pelo menos na Europa. A plataforma continua a ser relevante nos Estados Unidos, mas poderá ficar "morta" na Europa.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.