Google Bard responde a perguntas sobre vídeos do YouTube

Mónica Marques
Mónica Marques
Tempo de leitura: 1 min.

O Google Bard tem uma nova funcionalidade muito útil para todos os utilizadores.

A partir de agora, a plataforma percebe os conteúdos dos vídeos do YouTube e é capaz de responder a perguntas sobre o que está a ser exibido no ecrã.

Nova funcionalidade pode alterar a interação entre o Google Bard e os utilizadores

imagem do Google Bard no ecrã de um smartphone
Recentemente, o Google Bard apresentou outra nova funcionalidade, a Extensions Crédito@MojahidMottakin/Unsplash

O novo recurso do Google Bard está já ativo e chega para alterar a forma como os utilizadores interagem com esta plataforma de Inteligência Artificial. Agora, o Bard percebe toda a ação de um vídeo do YouTube e pode fornecer resumos do conteúdo e responder a perguntas específicas sobre o que está a ser exibido no ecrã.

Com esta funcionalidade, o Google Bard consegue tornar a informação mais acessível e a navegação pela plataforma passa para um novo nível de interação, ainda mais personalizado e conveniente.

Mas, durante algumas experiências, a funcionalidade mostrou que tem ainda espaço para melhorar. Por vezes, revela uma má interpretação dos contextos. De acordo com alguns relatos, o Google Bard pensou que uma conversa entre dois smartphones era uma conversa entre dois seres humanos.

Bard Extensions extrai dados de outras aplicações Google

Ao longo destes últimos meses, o Google Bard tem vindo a apresentar várias novidades aos utilizadores. Uma das mais recentes, o Bard Extensions, extrai dados de aplicações Google, como o Maps, Gmail, Docs e Drive.

Esta é uma funcionalidade bastante útil para a rotina diária de qualquer utilizador. Na apresentação desta funcionalidade, a Google deu um exemplo prático.

De acordo com a gigante de pesquisas, se o utilizador quiser planear uma viagem pode pedir ao Bard para verificar a disponibilidade de datas no Gmail, pesquisar alojamentos e transporte para o destino de férias no Google Maps e ainda assistir a vídeos sobre o local e atividades a fazer no YouTube. E tudo isto em apenas uma “conversa” com a plataforma de IA generativa.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. monicamarques@4gnews.pt