Gama Huawei P30 esmaga recordes da linha Huawei P20

Filipe Alves
1 comentário

A Huawei gabava-se que a sua linha P20 foi uma das mais fortes de sempre. Contudo, a cereja no topo do bolo chegou este ano com a gama Huawei P30. De acordo com a fabricante chinesa, a linha P30 conseguiu vender 10 milhões de unidades em apenas 85 dias.

Em forma de comparação a Huawei revelou que só conseguiram os mesmos números de vendas da linha Huawei P20 147 dias depois de estarem disponíveis na loja. Ou seja, a gama Huawei P30 está com um impressionante avanço de 62 dias face os antecessores.

Huawei P30 Pro

Os dispositivos e preços da gama Huawei P30

  • Huawei P30 Pro - 899€
  • Huawei P30 - 699€
  • Huawei P30 Lite - 349€

Ainda que estes sejam os PVP recomendados, é possível encontrar os equipamentos a valores mais amigáveis online. Por exemplo, o Huawei P30 Pro pode ser comprado na Amazon Espanha por 810€. O P30 podes comprar no mesmo local por 589€ e o P30 Lite por 270€. Valores a considerar de uma forma mais séria.

Em Portugal, o Huawei P20 Lite é o smartphone mais usado

Huawei P20 Lite

Segundo os dados do AppBrain, em Portugal o Huawei P20 Lite é o dispositivo mais usado. O smartphone conseguiu conquistar o público pela sua qualidade/preço. Ademais, ao contrário dos outros modelos "Lite" da Huawei, o P20 Lite trouxe-nos uma qualidade de construção bem acima da média.

Ainda não temos ideia do sucesso da nova gama P30 em Portugal, contudo, tenho de admitir que estou surpreso ao ver as pessoas fascinadas com o terminal.

Ainda que Portugal se tenha rendido à Huawei há alguns anos, não é todos os dias que vemos os topos de gama da empresa a ser tão falados e cobiçados.

Resta-nos saber o futuro da marca

Todavia, as coisas não andam fáceis para a empresa chinesa. Donald Trump, Presidente dos EUA, proibiu empresas americanas de negociar com a Huawei por receio a espionagem.

Isto significa que até o próprio Android (atualizações) estão em risco para os smartphones da marca. Sem falar de aplicações como Facebook, WhatsApp, Youtube, Gmail e Google Maps. A Huawei parece ter lidado bem com a situação mas ainda falta perceber qual será o acordo entre os dois países face a este problema.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.