Fundador da Huawei ia reformar-se, mas o banimento dos Estados Unidos não o permitiu

Bruno Coelho
1 comentário

O fundador e CEO da Huawei Ren Zhengfei está à frente da empresa desde 1987. Com 75 anos, planeava reformar-se em breve. Mas o banimento à empresa que fundou por parte dos Estados Unidos, acabou por lhe adiar os planos.

Em entrevista, Zhengfei foi questionado sobre a possibilidade de se retirar. O executivo acabou por dizer que, por mais planos que tivesse nesse sentido, o banimento dos Estados Unidos o motivou a continuar a trabalhar.

Ren Zhengfei
Ren Zhengfei fundou a Huawei em 1987

Huawei que construir a melhor rede 5G da Europa em Espanha

Mesmo com planos para se retirar, acabou por ter de ficar a trabalhar no departamento de relações públicas da Huawei. Acabou por afirmar que a empresa planeia construir em Espanha a melhor rede 5G da Europa. De recordar que a Huawei tem tido alguns problemas com o governo espanhol por questões de segurança.

Segundo o fundador da Huawei, o HarmonyOS (o sistema operativo em desenvolvimento da marca) terá algumas similaridades com o Android. Tal como o sistema operativo da Google, também será de código aberto, mas terá o seu próprio ecossistema e desenvolvimento de aplicações.

De recordar que a Huawei tem uma licença temporária para operar com os seus parceiros nos Estados Unidos. Para o CEO da Huawei, esta ser ou não estendida não irá afetar a Huawei.

A verdade é que a Huawei vai continuar a vender bastante e a ser uma fabricante de topo no mercado chinês. No entanto, os serviços Google serão necessários para que a empresa continua a ter destaque a nível global.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.